Campo Grande/MS, Sábado, 24 de Agosto de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sábado, 01 de Junho de 2019, 11h:12
Tamanho do texto A - A+

Dourados atinge 85% da meta na campanha de vacinação contra gripe

Dados foram apresentados no último dia da campanha

Renato Giansante
De Dourados para Capital News

Divulgação/PMD

Dourados atinge 85% da meta na campanha de vacinação contra gripe

Com o fim da campanha para grupos prioritários, população em geral pode vacina na segunda-feira

Núcleo de Imunização da Sems, a proposta era que 90% do público-alvo seria vacinado e até a manhã desta sexta-feira (31), último dia da campanha para grupos prioritários, os números apontavam para 85% no município.

 

Em 2018, a cobertura vacinal foi de 80% em Dourados o que faz que a campanha deste ano seja considerada satisfatória para o município. Além disso, Dourados está acima da média estadual se levados em consideração os dados gerais de Mato Grosso do Sul que tinha 67% de cobertura até dia 27, segunda-feira.

 

“Mesmo que tenhamos uma vacinação baixa entre os indígenas por conta da paralisação dos servidores federais da Sesai o número quase bate a meta. Há 15 dias o índice entre os indígenas estacionou em 67%. Como o trabalho nas aldeias é mais itinerante não é normal eles saírem da aldeia para vacinarem-se na cidade, mesmo que todos os postos estejam aptos a receber estas pessoas. Assim, puxou o indicador pra baixo e isso foge da nossa atuação”, disse Edvan Marcelo Moraes Marques, diretor do Núcleo de Imunização da Sems, lembrando que em torno de 5 mil índios não receberam a dose.

 

Edvan ressalta que qualquer indígena que quiser se vacinar ainda pode ir a qualquer posto de saúde. Também em relação aos demais grupos prioritários, quem ainda não se vacinou, deve ser imunizado. “Os prioritários continuam sendo os principais alvos da vacinação e quem ainda não se vacinou deve procurar os postos”, disse.

 

Aberto a população

 

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a partir de segunda-feira (3 de junho), as vacinas que sobrarem da campanha serão destinadas ao público em geral.

 

“A população não deve achar que tem dose para todos, mas teremos uma quantidade boa para disponibilizar. Ressalto, no entanto, que as pessoas inseridas nos grupos prioritários continuam convocadas a se vacinar. São eles os elencados pelo Ministério da Saúde como ‘indivíduos-chave’ no combate à doença”, completou o diretor.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix