Campo Grande/MS, Domingo, 09 de Agosto de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Quarta-Feira, 13 de Maio de 2020, 09h:56
Tamanho do texto A - A+

Dourados tem cinco edifícios com mais de 20 andares em construção

Município aprovou há dez anos legislação que permite obras com mais de 12 andares

Rogério Vidmantas
Capital News

Assecom

Prédio Construção Dourados

Torre de 34 pavimentos em construção na avenida Presidente Vargas está no 13º piso

A cidade de Dourados comemora 85 anos  e em  75 deles a legislação limitava a 12 pavimentos o tamanho máximo de edifícios. Agora a realidade é bem diferente e hoje cinco construções com 20 andares ou mais estão aprovadas pela prefeitura e alguns deles já com as obras em estágio adiantado. As chamadas ‘torres’ surgem em áreas já valorizadas da cidade, transformando o aspecto visual da região central. Em curtíssimo espaço de tempo, imagens aéreas de Dourados mostrarão uma “nova cara” da cidade.

 

A secretária municipal de Planejamento, arquiteta Adriana Benício Galvão, avalia que pelo seu potencial econômico e pela nova realidade local, não há mais como Dourados ‘fugir’ na verticalização. “É uma tendência mundial a construção de prédios cada vez mais altos. Em muitas cidades brasileiras vem ocorrendo este fenômeno. E Dourados, pela suja importância no contexto econômico, político e social, tem despertado cada vez mais o interesse de empreendedores. Hoje temos cinco projetos aprovados, alguns com obras iniciadas, em andamento”, diz. 

 

Para a secretária, esta nova realidade acelera o desenvolvimento de Dourados, considerando que novas empresas estão se instalando no município, gerando mais emprego e renda. Ela ressalta, no entanto, que antes dessa transformação ter início, houve todo um trabalho de planejamento, estudos sobre impactos ambientais, mobilidade urbana, enfim, “estamos crescendo de forma ordenada e harmônica”.

 

Adriana salienta, ainda, que a verticalização não trará impacto ambiental, como, por exemplo, à arborização. “Em grandes centros, o verde das árvores deu lugar à chamada ‘selva de pedra’. Aqui não. Existe uma relação harmoniosa entre prédios e a arborização. Dourados não deixará de ser uma das cidades mais arborizadas do país”, comenta.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix