Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 22 de Agosto de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Terça-Feira, 22 de Janeiro de 2019, 17h:56
Tamanho do texto A - A+

Estado reinicia obra da MS - 228 no Pantanal

Licença ambiental é autorizada para cascalhamento da via

Flavia Andrade
Capital News

EdemirRodrigues/GovernodoEstado

Estado reinicia obra da MS - 228 no Pantanal

Licença ambiental é autorizada para cascalhamento da via

 

A Agência Estadual de Gestão e Empreendimentos (Agesul) executou em 2018 o serviço de aterro no trecho do km 40 da MS - 228.  O Governo do Estado recebeu a licença ambiental para o cascalhamento da via e retoma nos próximos dias a obra de implantação, entre a Curva do Leque (trevo com a MS-184) e a Fazenda Alegria, no Pantanal de Corumbá.

 

Nesta terça-feira (22), o secretário estadual de Infraestrutura, Murilo Zauith reuniu-se com os chefes das regionais da Agesul, para dar o recado do governador Reinaldo Azambuja quanto a prioridade na conclusão da obra, que atende a uma grande parcela de produtores rurais e também o turismo na região da Nhecolândia. A cada leilão local realizado, são comercializados mais de cinco mil bovinos/mês e os pecuaristas dependem da estrada para transportar o gado.

 

A demora na liberação da licença ambiental segundo secretário Murilo Zauith, para a extração do resíduo de minério a ser usado na compactação da estrada motivou a alteração no cronograma da obra, onde o Governo do Estado investe R$ 8,5 milhões, com recursos do Fundersul. Sendo a licença ambiental liberada no dia 15 de janeiro e a extração do minério autorizada para ser feita em uma área no distrito de Albuquerque, a 50 km da Curva do Leque.

 

A balsa que irá atender o grande volume de minério a ser transportado está sendo alterada pela Agesul, para realizar a travessia do Rio Paraguai, no Porto da Manga. O chefe da residência da agência em Corumbá, Luiz Anache, informou que o transporte de material será solucionado o mais breve possível. “O trecho da obra está dificultando o acesso de veículos porque formou uma caixa de areia na pista, apesar da manutenção que fizemos”, explicou.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix