Campo Grande/MS, Sábado, 24 de Agosto de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sábado, 20 de Abril de 2019, 11h:24
Tamanho do texto A - A+

Juiz Aldo Junior tem julgamento adiado para início de Maio

Afastado do TJMS desde dezembro de 2018, Juiz responde a sindicância interna no Tribunal de Justiça.

Flavia Andrade
Capital News

Divulgação

aldo-ferreira-jd1_1.jpg

Afastado do TJMS desde dezembro de 2018, Juiz responde a sindicância interna no Tribunal de Justiça.

O julgamento do juiz Aldo Ferreira da Silva Júnior, ex-titular da 5ª Vara da Família e Sucessões de Campo Grande, que está afastado do cargo, seria realizado na quarta-feira (17), no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ-MS) foi adiado para o próximo dia oito de maio.

 

Afastado desde que sua esposa, a advogada Emmanuelle Alves Ferreira da Silva, foi denunciada por lesar um aposentado. No dia 30 de julho de 2018, a advogada foi presa suspeita de aplicar um golpe milionário em Salvador José Monteiro de Barros, 72 anos.

 

Emmanuelle Silva, agiu na venda de uma propriedade rural com promissórias onde é suspeita de falsificar a assinatura do idoso e carimbo do cartório. A advogada ingressou ação na Justiça para cobrar o valor de R$ 5,3 milhões da vítima. 

 

Em dezembro de 2018, após a prisão de Emmanuelle, Aldo foi afastado. O afastamento deu-se para apurar a participação ou não, do juiz no caso. Aldo respondeu a sindicância interna, que será apreciada agora pelo pleno do TJ-MS.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix