Campo Grande/MS, Domingo, 20 de Setembro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sexta-Feira, 14 de Fevereiro de 2020, 11h:14
Tamanho do texto A - A+

Justiça nega liberdade de ex-assessor da saúde

Réu foi preso em novembro de 2019 durante segunda fase da operação Purificação

Elaine Silva
Capital News

 

Osvaldo Duarte/Dourados News

Justiça nega liberdade de ex-assessor da saúde

Julgamento havia começado no dia 30 de janeiro, mas foi interrompido

Foi negado o pedido de liberdade do ex-diretor financeiro da Secretaria de Saúde de Dourados, Raphael Henrique Torraca Augusto, pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF 3).  Na sessão de julgamento realizada na quinta-feira (13), a 11ª Turma da Corte, por maioria, decidiu denegar a ordem de habeas corpus nos termos do voto do desembargador relator, Fausto De Sanctis, acompanhado pelo desembargador federal Nino Toldo.

 

O julgamento havia começado no dia 30 de janeiro, mas foi interrompido porque o desembargador federal José Lunardelli pediu vistas. Ontem, ele votou favorável à concessão da ordem e substituir a prisão preventiva de Rafhael por medidas cautelares, mas foi voto vencido.

 

Resultado é semelhante ao do pedido de liberdade feito pela defesa do ex-secretário municipal de Saúde, Renato Oliveira Garcez Vidigal, preso no dia 6 de novembro. Ele e seu ex-assessor estão na Penitenciária Estadual de Dourados (PED), acusados de integrar esquema de fraudes licitatórias e desvio de recursos públicos, segundo o site Dourados News. 

 

Atualmente, Raphael e Vidigal têm habeas corpus pendentes de julgamento no Superior Tribunal Federal (STF), distribuídos ao ministro Marco Aurélio, relator. Além disso, o ex-secretário tem outro recurso concluso para decisão ao ministro Nefi Cordeiro, na relatoria da Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Na 1ª Vara Federal de Dourados, o processo com a denúncia contra eles tramita sob sigilo.

 

Raphael foi preso desde o dia 7 de novembro de 2019 alvo da segunda fase da Operação Purificação, denominada Nessum Dorma Adsumus.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix