Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Quinta-Feira, 19 de Setembro de 2019, 15h:34
Tamanho do texto A - A+

Mais uma vez preço da gasolina sobe

O reajuste apresenta máxima histórica

Laryssa Maier
Capital News

Laryssa Maier/ Capital News

Mais uma vez preço da gasolina sobe

Os frentistas acreditam que os estoques não durem muito tempo, podendo ocorrer o reajuste a qualquer momento

O consumidor vai sentir a diferença no bolso na hora de abastecer seu veículo, a Petrobras reajustou na noite desta quarta-feira (18) em pelo menos 3,5% o preço médio da gasolina nas refinarias, o reajuste apresenta nova máxima histórica desde que a estatal passou a divulgar o preço médio. 

Anderson Ramos/ Capital News

Mais uma vez preço da gasolina sobe

Posto da região Spipe Calarge

 

 

O campograndense pode receber um aumento de até R$ 0,06 centavos no litro. Em pesquisa, reportagem do Capital News registrou postos de gasolina com valor de R$3,89 até R$ 4,04 com um aumento, pode se prever um valor de R$4,10 o litro da gasolina comum. Em 6 de setembro, a diretoria da companhia anunciou que além dos reajustes diários da gasolina, terá a opção de utilizar um mecanismo de proteção (hedge) complementar.

Laryssa Maier/ Capital News

Mais uma vez preço da gasolina sobe

1% no preço médio do litro da gasolina

 

Seu José afirmou que não acredita nas informações “Eles falam que vão subir um valor mas sempre aumentam o dobro”. 

 

Segundo o Sinpetro MS, os postos não tem um padrão de valores, ou seja, vai de cada um decidir qual melhor valor para seu estabelecimento. 

 

A Petrobras também reajustou o preço médio do diesel nas refinarias em 4,2%, este que é também o segundo aumento no mês. Em Campo Grande, o preço mais barato encontrado nesta semana foi de R$ 3,37.

Laryssa Maier/ Capital News

Mais uma vez preço da gasolina sobe

Os postos não tem um padrão de valores

 

O sindicato apontou que o aumento no diesel aconteceu nos dias 13 e no dia 19 de setembro, que somados acumularam um aumento de R$ 0,15 centavos.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix