Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 02 de Abril de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sábado, 22 de Fevereiro de 2020, 08h:13
Tamanho do texto A - A+

Pela segunda vez Santa Casa realiza cirurgia com paciente acordado

Paciente informou que foi tranquilo e recebeu alta em menos de 48h depois da operação

Elaine Silva
Capital News

 

Divulgação/Assessoria

Pela segunda vez Santa Casa realiza cirurgia com paciente acordado

Mecânico Fagner Barbosa Leal

A Santa Casa de Campo Grande realizou pela segunda vez uma cirurgia celebrar com o paciente a acordado. A tranquilidade reinou durante a retirada do tumor do mecânico Fagner Barbosa Leal, 29 anos.

O tumor cerebral descoberto há menos de dois meses. O procedimento foi feito com o paciente acordado e conversando com uma equipe médica na fase principal de retirada do tumor.

O neurocirurgião da Santa Casa de Campo Grande, Dr. Rodrigo Sola, explicou que essa técnica chamada “ Craniotomia Desperta ” (craniotomia acordada) é fundamental para obter uma máxima ressecção do tumor sem causar sequelas. “Quando o paciente está sedado, operamos pelo método convencional (craniotomia) com base na anatomia da lesão. Porém, neste caso, a anestesia é diferente das demais neurocirurgias, permitindo que o paciente esteja acordado com segurança no meio da cirurgia, sendo útil quando o tumor estiver localizado nas regiões cerebrais diretamente usadas com linguagem ”, ressaltou.

Durante uma cirurgia, o médico neurofisiologista que acompanhou o procedimento, Dr. Luís Augusto Avancini Carnelos, utilizou estimulações elétricas cerebrais e testes neurológicos com o paciente acordado, afim de mapear como áreas cerebrais primordiais para uma linguagem que traz segurança ao procedimento (monitoração neurofisiológica intra- operatória).

O paciente possuía um tumor na região temporal inferior esquerda do cérebro, região que poderia afetar sua linguagem, por isso, a necessidade de realizar esse tipo de procedimento. 

Paciente recebeu alta médica em menos de 48 horas após a neurocirurgia e, antes de deixar o hospital, relacionou detalhes e foi acordado durante o procedimento. “Tô de boa!” Animado, chegou a contar histórias que provocaram risos na equipe de médicos.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix