Campo Grande/MS, Terça-Feira, 20 de Abril de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Terça-Feira, 02 de Março de 2021, 16h:28
Tamanho do texto A - A+

Rodovias de acesso a Três Lagoas recebem investimentos em R$ 6,9 milhões

Governo assinou o contrato de Infraestrutura

Laryssa Maier
Capital News

Edemir Rodrigues

Recapeamento

Recapeamento

O Governo do Estado assinou contrato de R$ 6,9 milhões para manutenção e conservação das rodovias com asfalto e não pavimentadas, com a intenção de dar condições mais adequadas ao tráfego local e também para o escoamento da produção.

 

A assinatura do contrato foi publicada nesta terça-feira (02), no Diário Oficial do Estado (DOE). Os recursos para a obra são do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundersul). A empresa começa as atividades logo após a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) emitir ordem de serviço.

 

A empresa Maqterra Transportes e Terraplanagem venceu o certame e vai conduzir a obra, em um prazo de um ano de contrato. O trabalho de manutenção será feito um trecho de 801 quilômetros, referentes a malha rodoviária do Setor "A" da 3ª Residência Regional de Três Lagoas.

 

Estas atividades vão abranger rodovias importantes da região, como as MS-338, MS-395, MS-040 e MS-377, que passam pelas cidades de Três Lagoas, Bataguassu, Santa Rita do Pardo, Brasilândia, Três Lagoas, Inocência, Ribas do Rio Pardo e Água Clara. O contrato assinado hoje é referente do primeiro lote para manutenção e conservação das estradas do local.

 

Os investimentos na região feitos pelo governo do Estado ajudam na logística e desenvolvimento da economia local. “A manutenção das rodovias traz segurança aos usuários que passam pelas estradas, que ajudam no escoamento da produção e ajudam as ações do município, que também está investindo pesado no setor. Nossas estradas têm um fluxo muito grande de veículos, além do desgaste na época da chuva”, descreveu o prefeito de Três Lagoas,  ngelo Guerreiro.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix