Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 26 de Agosto de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Quinta-Feira, 04 de Julho de 2019, 16h:54
Tamanho do texto A - A+

Termo de cooperação é publicado para obras no entorno do Parque das Nações Indígenas

Conforme o extrato, as intervenções têm o prazo de 24 meses podendo ser prorrogado na forma da lei e por acordo entre os participes, mediante assinatura de Termo Aditivo.

Flavia Andrade
Capital News

Foto: Deurico | Legenda Flavia Andrade

Praia com os dias contados

Conforme o extrato, as intervenções têm o prazo de 24 meses podendo ser prorrogado na forma da lei e por acordo entre os participes, mediante assinatura de Termo Aditivo.

 

Nesta quinta-feira (04), Governo do Estado publicou na edição do Diário Oficial do Estado, o extrato do termo de cooperação mútua nº 004/2019, que estabelece as ações do Governo do Estado e Prefeitura de Campo Grande para a solução do problema de assoreamento da cabeceira da Microbacia do córrego Prosa, dos Lagos do Parque das Nações Indígenas e do lançamento na rede de drenagem do Córrego Reveilleau na área do Parque das Nações Indígenas.

 

De acordo com o termo, parte do conjunto de obras para a revitalização do Parque das Nações Indígenas e do entorno do local, anunciadas no final do mês de maio pelas administrações estadual e municipal, é assinado pelo Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Seinfra (Secretaria de Infraestrutura), Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), Planurb (Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano), Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos).

 

Ainda conforme o extrato publicado no Diário Oficial do Estado, as intervenções na cabeceira da Microbacia do córrego Prosa e o lançamento na rede de drenagem do Córrego Reveilleau na área do Parque serão realizadas em até 24 meses, podendo ser prorrogado, na forma da lei e por acordo entre os participes, mediante a assinatura de Termo Aditivo.

 

O secretário da Sisep, Rudi Fiorese, informou no final de maio, que a prefeitura municipal fará as intervenções de proteção no lançamento do Córrego Reveilleau para deter sedimentos e controlar as cheias desse curso d’água, na Avenida Mato Grosso. Segundo a prefeitura, no local será construído um ‘piscinão’, com capacidade de contenção de 22 mil metros cúbicos de água.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix