Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 26 de Agosto de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sexta-Feira, 12 de Julho de 2019, 13h:42
Tamanho do texto A - A+

Volume de contratações do FCO em MS aumenta 34%

De acordo com o último balanço valor se aproxima de R$ 1 bilhão

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/Portal MS

Volume de contratações do FCO em MS aumenta 34%

Reunião aconteceu na última quarta-feira (10)

O volume de recursos contratados junto ao Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO ) em Mato Grosso do Sul, aumentou em 34% em comparação com última reunião em junho que valor foi de R$ 623 milhões. Conforme o balanço divulgado na 6ª Reunião do Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis pelo FCO – CEIF/FCO, o valor já chega a R$ 835,4 milhões. 

 

“Existe uma demanda muito forte pelo FCO em Mato Grosso do Sul, mesmo com a situação econômica do país ainda não favorável. O Fundo é a principal linha de financiamento do Estado e tem cumprido o seu papel na questão dos investimentos Rurais e Empresariais. É muito provável que em agosto já tenhamos, internalizados no banco, a totalidade do recurso destinado ao Estado em 2019. Lembrando que há um fluxo mensal de chegada e liberação desse recurso pelo banco”, comentou o secretário Jaime Verruck, da Semagro, que preside o CEIF/FCO.

 

Conforme divulgado pela assessoria até o último balanço foram aprovadas 861 propostas no Rural, o que representa R$ 551,8 milhões efetivamente contratados junto à instituição financeira. No segmento Empresarial, temos 1003 operações já aprovadas, que totalizam R$ 283,5 milhões em contratações. O ticket médio do setor é menor e isso é importante, pois temos de destinar 50% do recurso do FCO empresarial para a micro e pequena empresa.

 

Já estão internalizados e em fase de contratação no banco, 446 propostas no FCO Rural,R$ 227 milhões e mais 108 propostas no Empresarial avaliadas em R$ 68 milhões.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix