Campo Grande/MS, Domingo, 19 de Setembro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Cultura e Entretenimento
Terça-Feira, 14 de Setembro de 2021, 16h:23
Tamanho do texto A - A+

Com pandemia controlada, cidades portuguesas se preparam para receber turistas

Avanço da vacinação e regras mais frouxas aumentam circulação de pessoas pelo país europeu

Da Redação
Capital News

Reprodução

Com pandemia controlada, cidades portuguesas se preparam para receber turistas

Avanço da vacinação e regras mais frouxas aumentam circulação de pessoas pelo país europeu

Considerado país-modelo no que diz respeito à vacinação na comunidade europeia, Portugal está colhendo frutos em setores variados. Dados divulgados nesta semana pelo governo mostram que o país já tem 78% da população com vacinação completa e 85% com pelo menos uma dose administrada.

Alugar quartos Lisboa, portanto, tem sido uma prática  cada vez mais comum. Turistas estão voltando a frequentar cidades portuguesas, com destaque para a capital Lisboa, mas também para a região do Porto e também das praias, para curtir o fim do verão, em cidades como Faro e Algarve. Essa movimentação acontece após dois anos de grandes dificuldades para o setor do turismo no país.

Um relatório recente da European Travel Commission, sediado em Bruxelas, e que representa os interesses voltados ao turismo em 33 países do bloco, afirma que as nações devem voltar a pensar no turismo como algo importante a partir deste momento. “A pandemia de coronavírus não durará para sempre. Uma vez que um número suficiente de pessoas tenha sido vacinado, a disseminação do Covid-19 pode diminuir e os planos voltarão a acontecer como antes", diz um trecho do documento.

A Comissão é liderada pelo português Luís Araújo, que tem sinalizado um aumento cada vez mais significativo no interesse pelo país por turistas do mundo inteiro. O relatório também indica que o sul da Europa como um todo está no foco também dos turistas domésticos.

Em 2019, Portugal recebeu cerca de 13 milhões de visitantes estrangeiros, principalmente do Reino Unido, Espanha, França e Alemanha. Os destinos mais populares foram Lisboa, Algarve e Norte de Portugal. Cerca de 1,6 milhões visitaram a ilha da Madeira e 383 mil a outra região autónoma atlântica do arquipélago dos Açores.

Jose Theotonio, CEO do Pestana Hotel Group, a maior rede hoteleira do país, disse à CNBC que este verão é “claramente muito melhor do que 2020” com cerca de 50% a 66% nas reservas em comparação com os níveis verificados entre 2017 e 2019 - que foram alguns dos os melhores anos da história do turismo português. “Estamos tendo um verão muito melhor do que no ano passado graças em grande parte ao mercado interno”, disse o empresário.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatísticas de Portugal, os residentes domésticos representaram 2 milhões de estadias no mês de junho. Em comparação, os residentes estrangeiros contribuíram com 1,4 milhões de estadias.

Em comparação com os níveis de junho de 2019, isso representa uma queda de apenas 7,6% para os visitantes domésticos e de 72% para os visitantes internacionais. Esse número ainda mostra que muitos estrangeiros estão com receio de fazer viagens internacionais, diante da possibilidade de restrições de saída e entrada de determinados países.

Na União Europeia, os países estão emitindo certificados digitais onde os indivíduos podem comprovar que foram totalmente vacinados, se recuperaram recentemente do vírus ou tiveram resultados negativos. Os documentos facilitam as deslocações dentro do bloco, mas também estão a ser utilizados - como é o caso de Portugal - para algumas atividades em locais fechados.

Em busca de novos visitantes, as autoridades portuguesas mudaram as regras para receber turistas do Reino Unido. Os viajantes não precisarão ser totalmente vacinados para evitar a quarentena, mas precisarão apresentar um teste de antígeno PCR negativo para entrar no país.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix