Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 17 de Fevereiro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Sexta-Feira, 14 de Fevereiro de 2020, 13h:58
Tamanho do texto A - A+

Autoridades asiáticas visitam MS de olho na rota bioceânica

Grupo de embaixadores presentes fazem parte da Asean

Norton Soares
Capital News

Edemir Rodrigues/ MSGOV

Autoridades asiáticas visitam MS de olho na rota bioceânica

Representantes de países do sudeste asiático vieram conhecer de perto o projeto da rota bioceânica e as potencialidades de Mato Grosso do Sul

Autoridades de países asiáticos estiveram presentes em reunião com o governador Reinaldo Azambuja, nesta sexta-feira (14). O principal interesse da reunião era conhecer mais sobre o projeto da rota bioceânica, visando futuros investimentos.

Os representantes asiáticos fazem parte da Asean (Associação das Nações do Sudeste Asiático), que juntos possuem 700 milhões de habitantes, PIB (Produto Interno Bruto) de US$ 3,1 trilhões e somente no ano passado, importaram US$ 20 bilhões em produtos do Brasil no ano passado.

“Esperamos cada vez mais estreitar relações com o sudeste asiático. Os embaixadores vão ter a oportunidade de conhecer as potencialidades do nosso estado e da nossa região. Essa conectividade e integração da bioceânica, além de conectar a América do Sul, ainda encurta distância para a Ásia, barateia o comércio, o ir e vir de mercadorias entre os países”, afirmou Reinaldo Azambuja.

Os embaixadores da Asean correspondem a Mianmar, Indonésia, Malásia, Tailândia e Vietnã, alguns nunca tinham estado na região Centro-Oeste. Participaram também, de fora do Mato Grosso do Sul, o ministro de carreira diplomática João Carlos Parkinson e dos embaixadores brasileiros Maria Izabel Vieira, Adalnio Senna Ganem e Marcos Arbizu.

Otimista, o presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa, ressaltou que os produtos sul-mato-grossenses tem como um de seus principais destino o mercado do sudeste asiático.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix