Campo Grande/MS, Domingo, 09 de Agosto de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Quinta-Feira, 04 de Junho de 2020, 11h:27
Tamanho do texto A - A+

Banco Central registra leve queda em 2019 em concentração bancárias

Em relação aos créditos de 2019 a queda foi de 83,7% contra 84,8% de 2018

Juliana Brum
Capital News

No ano passado, os cinco maiores bancos do país - Banco do Brasil, Itaú Unibanco, Bradesco, Caixa Econômica Federal e Santander – detinham 81% dos ativos totais do segmento bancário comercial. No final de 2018, esse percentual era 81,2%, coforme pesquisa anunciada pelo Banco Central desta quinta (4).

Antonio Cruz/Agência Brasil

 Banco Central do Brasil

Banco Central do Brasil divulga pesquisa que aponta leve queda em 2019

Os cinco maiores bancos eram responsáveis por 83,4% dos depósitos no final do ano passado, contra 83,8%, em 2018. No caso do crédito, esse grupo respondeu por 83,7% do total das operações em 2019, contra 84,8% do ano anterior.

A concentração bancária caiu levemente no ano passado, informou através do Relatório de Economia Bancária de 2019. MAs com a chegada da Pandemia as instituições esperam uma expansão de 2,8%, no saldo de crédito.

Segundo o relatório, houve redução das participações dos bancos públicos federais - Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). 

A Agência Brasil destacou que a esperança é no crédito para pessoas físicas onde há queda significativa nas expectativas. A estimativa para o crescimento no saldo do crédito para consumo passou de 12% na primeira pesquisa para 6,2%, na segunda. No crédito habitacional, a expectativa é de queda no saldo de 0,3%, ante crescimento de 9% na primeira coleta do ano.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix