Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 11h:29
Tamanho do texto A - A+

Brasileiros buscam menos créditos e Serasa destaca queda na busca por empréstimos

Nordeste e o Centro Oeste foram as regiões que menos procuraram estes serviços conforme pesquisa

Elaine Silva
Capital News

Divulgação

Brasileiros buscam menos créditos e Serasa destaca queda na busca por empréstimos

Com a instabilidade a população tem se retraido em adquirir créditos e não ter segurança como irá pagar depois

A Pandemia mundial do novo coronavírus (Covid-19) tem afetado a economia do Brasil e nesta terça (2), foi divulgado os dados do Indicador de Demanda do Consumidor por Crédito da Serasa Experian que destaca a queda em 25,7%  por procura de créditos no mês de abril deste ano, comparado ao  mês de Março que havia sido de 13,5%.

 

Na comparação de abril de 2020 com abril de 2019 a população com salário de até R$ 500 foi a que menos procurou por crédito (27,5%). Para aqueles que recebem entre R$ 500 e R$ 1000 a demanda caiu 26,4%, coforme divulgado pela Agência Brasil.

 

De acordo com o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, o atual cenário econômico desencorajou a ampliação do consumo via crédito e a tomada de empréstimos para formação de patrimônio. “Neste momento, permeado por incertezas e queda da renda, o consumidor priorizou gastos de primeira necessidade, feitos geralmente à vista ou com crédito pré-aprovado, em vez de endividar-se para médio ou longo prazo. Dessa forma, setores que contribuem fortemente para a demanda por crédito, como o imobiliário e o automotivo, foram menos procurados, o que explica a retração recorde do indicador”, disse Rabi.

As regiões Centro-oeste (-32,2%) e Nordeste (-24,2%) foram as que demonstraram a menor busca por crédito, na comparação entre abril de 2020 com igual mês de 2019. Em seguida está o Norte (-24,2%), acompanhado do Sudeste (-22,9%) e do Sul (22,2%).

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix