Campo Grande/MS, Domingo, 09 de Agosto de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020, 17h:37
Tamanho do texto A - A+

Geração de empregos recua em MS em maio

Agropecuária tem menor queda entre setores

Hélder Rafael
Capital News

Marcello Casal/Agência Brasil

Foto ilustrativa de carteira de trabalho, vaga de trabalho, emprego

..

O mês de maio em Mato Grosso do Sul registrou uma redução de 1992 vagas no número de empregos formais, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados nesta semana pelo IBGE. 

 

A agropecuária sofreu redução de 112 vagas; o setor da Indústria teve queda de 344 vagas; o Comércio sofreu redução de 615 e os Serviços tiveram uma queda de 1008 vagas. Apenas a Construção Civil teve aumento nas contratações, com 87 vagas criadas.

 

Na questão regional, as cidades de Mato Grosso do Sul que geraram mais empregos foram: Naviraí, com 680 novas vagas geradas; Brilhante (563); Caarapó (508); Aparecida do Taboado (386);  Sonora (328); Nova Alvorada do Sul (307); Fatima do Sul (267); Água Clara (261) e Nova Andradina (219).

 

Já os municípios que mais sofreram os efeitos da redução de emprego foram: Campo Grande (1538), Três Lagoas (247) e Bataguassu (176).

 

As cidades que tiveram abertura de vagas foram: Dourados (225), Caarapó (154) e Naviraí (108).

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix