Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Quarta-Feira, 29 de Abril de 2020, 10h:29
Tamanho do texto A - A+

Após reunião com CBF, Federação discute retorno do Estadual

Medidas de segurança precisam ser implementadas para retorno das atividades a partir de maio

Rogério Vidmantas
Capital News

Divulgação/FFMS

Federação Reunião

Dirigentes discutiram a volta do Estadual na sede da Federação nesta terça

Essa terça-feira (28) foi de teleconferência entre a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e os presidentes de Federações para discutir o retorno das atividades e a conclusão dos campeonatos estaduais, prioridade das entidades. A CBF passou para os dirigentes que as conversas com o governo federal e os órgãos de saúde estão caminhando bem para uma retomada das atividades dos clubes a partir de maio, dependendo da situação da pandemia em cada estado.

 

Após o encontro virtual, a Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) reuniu os representantes de cada um dos oito clubes classificados para a fase de quartas de final para discutir o assunto e não está descartada a possibilidade de que os clubes retornem às atividades em maio, voltando o campeonato em junho, porém sem a presença de torcedores nos jogos. Serão necessárias seis datas (quartas, semifinal e decisão) para ser apurado o campeão sul-mato-grossense 2020.

 

Protocolo de segurança

 

Na reunião na sede da entidade, em Campo Grande, o presidente Francisco Cezário e o vice e coordenador de competições, Marcos Tavares, passaram aos dirigentes detalhes das recomendações da CBF e discutiram situações pontuais para que o Estadual possa ser concluído. “Na verdade a partir do dia 4, os clubes já estarão prontos para treinarem. Serão 15 dias de pré-temporada e as Federações poderão iniciar jogos sem a presença de público. Acredito que ainda teremos que ajustar um protocolo de segurança e talvez com a realização de testes nos atletas, comissões e árbitros”, afirmou Tavares.

 

A análise do vice-presidente, porém é a mais otimista. No encontro entre os presidentes de federações e CBF falou-se em retomar os estaduais entre junho e o final de julho, dependendo da situação em relação à pandemia em cada Estado. No Mato Grosso do Sul, segundo boletim da Secretaria de Saúde desta terça, foram confirmados 240 casos, com nove óbitos.

 

Segundo Francisco Cezário, o caminho até o retorno seguro é longo. “Daremos início com o contato das autoridades da saúde tanto no âmbito estadual como municipais. Aí nos reuniremos com o Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária e ainda com o Ministério Público Estadual. Após todas essas posições, estaremos reunidos com nossos dirigentes para estabelecer um calendário onde poderemos oferecer e escutar propostas baseadas nas suas realidades. Somente após estes passos, poderemos afirmar o reinício da competição”, disse o presidente da Federação. 

 

Para Cezário, não há possibilidade de retornar o futebol sul-mato-grossense sem o aval das forças de segurança ou de saúde. “Precisamos conversar com todos os setores para que se possa ter a segurança necessária para isso. A CBF nos deixou livres para discutirmos esse assunto dentro de cada Estado e nos orientou, mas precisamos antes ouvir e seguir todos os protocolos de saúde para não colocarmos em risco todos envolvidos, como jogadores, arbitragem e até a imprensa”, completou ao Capital News. 

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix