Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 21 de Novembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Domingo, 13 de Outubro de 2019, 11h:23
Tamanho do texto A - A+

Brasil empata com Nigéria e fecha segunda Data FIFA sem vitórias

Em Singapura, o placar de 1 a 1 mostrou uma seleção burocrática e sem criatividade

Rogério Vidmantas
Capital News

Lucas Figueiredo/CBF

Brasil Nigéria

Brasil pouco criou no início e, apesar da melhora no segundo tempo, não superou a Nigéria

O momento não é bom para a Seleção Brasileira. No quarto jogo sem vitória após o título da Copa América, o Brasil ficou no empate com a Nigéria em 1 a 1 em Singapura neste domingo (13), fechando a Data FIFA de outubro. Aribo abriu o placar para a seleção africana no primeiro tempo e Casemiro, no início do segundo, empatou o amistoso. 

 

Antes, o Brasil empatou com Senegal, também em 1 a 1. Em setembro, nos Estados Unidos, empatou com a Colômbia em 2 a 2 e perdeu para o Peru por 1 a 0. Em novembro, nos últimos jogos do ano, a Seleção enfrenta a Argentina, no Catar, e a Coréia do Sul, provavelmente nos Emirados Árabes.

 

O jogo

 

A partida começou com chance brasileira logo aos dois minutos, com Roberto Firmino, girando na área após fazer o pivô, mas chutando para fora. A resposta foi imediata e, dois minutos depois, Osimhen recebeu na área e bateu cruzado para bela defesa de Ederson. Pouco depois, Neymar, jogando em nova função, mais recuado, sentiu um problema muscular e foi substituído por Philippe Coutinho. Assim, a dinâmica no meio, que parecia ter melhorado, voltou a letargia dos últimos jogos.

 

O Brasil ficou perto do gol aos 27 minutos, com Gabriel Jesus após jogada de Daniel Alves pela direita e aos 29, com Roberto Firmino, mas o chute foi defendido por Ozoho em dois tempos. Aos 34, a Nigéria saiu na frente em um belo gol. Simon domina pela direita e aciona Aribo dentro da área. O autor do gol teve tempo pra dominar, driblar Msarquinhos e bater com força, na saída de Ederson. 

 

Após o intervalo o Brasil voltou mais ligado no jogo e empatou logo aos três minutos. Após cobrança de escanteio pela direita, a bola chega em Daniel Alves que cruza para Marquinhos, de cabeça, acertar a trave. Na volta, Casemiro domina e bate firme, para empatar o jogo. Aos 11, quase a virada em cabeceio de Gabriel Jesus, mas Ozoho evitou o segundo gol brasileiro. Aos 15, Casemiro, de cabeça, acertou outra bola no travessão nigeriano.

 

O Brasil seguiu procurando a virada e, aos 27, foi a vez de Gabriel Jesus, melhor jogador da Seleção no jogo, fazer bela jogada pela direita, se livrar de dois marcadores e rolar para Richarlison. O chute do atacante, porém, desvia na zaga e vai para fora. A última grande chance da virada foi aos 40 minutos em bela jogada do estreante Renan Lodi pela esquerda. O lateral do Atletico de Madrid-ESP foi à linha de fundo e rolou para Philippe Coutinho, na marca do pênalti, bater tirando a bola do goleiro, mas não da zaga que evitou quase em cima da linha e o placar de 1 a 1 foi definitivo. 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix