Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Quarta-Feira, 16 de Setembro de 2020, 12h:49
Tamanho do texto A - A+

Conmebol confirma início das Eliminatórias em outubro

Brasil estreia contra a Bolívia dia 8 em São Paulo e depois enfrenta o Peru em Lima

Rogério Vidmantas
Capital News

Lucas Figueiredo/Arquivo CBF

Após sete anos, Brasil reassume liderança do Ranking da FIFA

Seleção Brasileira volta as atenções para Eliminatórias da Copa do Mundo 2020

As Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo 2022 começam em outubro. As datas das duas primeiras rodadas foram ratificadas pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) durante videoconferência nesta terça-feira (15) que contou, inclusive, com a participação do presidente da Fifa, Gianni Infantino, além dos presidentes das confederações, entre eles, Rogério Caboclo, da CBF. No encontro virtual, ficou definido que a primeira rodada acontece no dia 8, quinta-feira, e a segunda dia 13, terça.

 

Na primeira rodada, o Brasil recebe a Bolívia, na Neo Química Arena, em São Paulo. Além desse jogo, o Uruguai recebe o Chile, a Colômbia enfrenta a Venezuela, o Paraguai joga em Assunção contra o Peru e a Argentina tem pela frente o Equador. Na segunda rodada, o Brasil vai à Lima jogar contra o Peru. Todas seleções se enfrentam em turno e returno e as quatro melhores garantem vaga direta para a Copa, enquanto o quinto colocado disputa uma repescagem.

 

Força Máxima

 

Segundo o comunicado divulgado pela Conmebol nesta terça, Infantino garantiu que a Fifa “fará cumprir os regulamentos que obrigam os clubes a liberarem os jogadores a favor de suas respectivas seleções” para que “cada uma delas possa dar o seu máximo potencial na competição”. A nota também diz que medida atende um pedido das confederações sul-americanas.

 

Isso significa que os atletas que atuam no exterior e forem convocados terão de ser liberados por seus clubes para as eliminatórias, o que pode gerar um impasse, pela necessidade de que cumpram uma quarentena ao retornarem aos países onde moram, devido à pandemia do novo coronavírus. Com isso, o desfalque aos respectivos times pode ir além do período destinado aos jogos de seleções, a chamada data Fifa.

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), entre os dez países com mais casos da doença no mundo, cinco estão na zona de abrangência da Conmebol: Brasil, Peru, Colômbia, Argentina e Chile. Em maio, a OMS apontou a América do Sul como novo epicentro mundial do vírus.

 

Em março, quando a realização das partidas ainda não tinha sido alterada pela pandemia, o técnico Tite chamou 24 atletas para os duelos com Bolívia e Peru, sendo que 17 atuavam no exterior. Se o treinador fosse repetir a lista agora, seriam 18, já que o atacante Everton, à época no Grêmio, transferiu-se para o Benfica-POR. Já no caso de atletas que jogam no Brasil, os compromissos pelas eliminatórias deverão desfalcar as equipes do Campeonato Brasileiro entre a 14ª e a 16ª rodadas.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix