Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Quarta-Feira, 16 de Setembro de 2020, 14h:01
Tamanho do texto A - A+

Diferente, Palmeiras retorna à Libertadores em La Paz

Verdão enfrenta o Bolivar para manter liderança do grupo

Rogério Vidmantas
Capital News

Agência Palmeiras

Palmeiras

Luxemburgo deve ter volta de titulares poupados no empate com Sport domingo

A Libertadores recomeça para o Palmeiras nesta quarta-feira (16). Na altitude de La Paz, o Verdão enfrenta o Bolivar-BOL, às 20h30 (MS), para manter aproveitamento de 100% e a liderança do Grupo B. A partida é a primeira a ser transmitida pelo SBT, que adquiriu os direitos da competição após a desistência da TV Globo. Na TV por assinatura poderá ser acompanhada pela Fox Sports e transmissão também pela MS Web Rádio e Rádio Coração FM 95,7, ambas no aplicativo Radiosnet.

 

O Palmeiras lidera a chave com seis pontos em dois jogos. A última partida do Verdão na Libertadores foi a vitória de 3 a 1 sobre o Guaraní-PAR. Naquela oportunidade, o centroavante Luiz Adriano marcou os três gols. Nos últimos meses, o time mudou tanto que nem o centroavante estava presente no último jogo do Verdão, o empate em 2 a 2 com o Sport, no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

 

Nesses últimos meses o atacante Dudu saiu e vários garotos da base ganharam espaço na equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo, com destaque para os meias Patrick de Paula e Gabriel Menino e os atacantes Gabriel Veron e Wesley. Outros três garotos foram inscritos na nova lista divulgada na última semana pelo Verdão, o lateral-esquerdo Renan, o meio-campista Danilo e o atacante Gabriel Silva, que chegou a herdar a camisa sete do ídolo Dudu.

 

Adversário sem jogar

 

Enquanto o Palmeiras fez 15 jogos e conquistou o título estadual desde o seu retorno às competições em 22 de julho, o Bolívar vive situação completamente diferente. Fez a última partida em 14 de março, ainda pela Libertadores. Foi a vitória por 2 a 0 sobre o Tigre-ARG, jogando em casa. Depois foram apenas treinamentos. A liberação oficial do governo boliviano aconteceu apenas no dia 31 de julho, para o retorno das atividades do clube. O Bolívar tem uma vitória e uma derrota em dois jogos no Grupo B da Libertadores.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix