Campo Grande/MS, Sábado, 30 de Maio de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Sábado, 04 de Abril de 2020, 14h:01
Tamanho do texto A - A+

Federação e clubes apostam no retorno do Estadual no segundo semestre

Voz discordante, Aquidauanense diz que lado financeiro inviabilizaria sequência da competição

Rogério Vidmantas
Capital News

Vinicius Eduardo Photo

Aquidauanense Serc

Primeira fase terminou com o Aquidauanense na liderança

 

A incerteza sobre a seqüência das competições estaduais em decorrência da disseminação do coronavírus se reflete também no Mato Grosso do Sul. O Campeonato Estadual foi suspenso pela Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) após a conclusão da primeira fase e a data de retomada segue incerta. De acordo com a CBF, a prioridade na volta do futebol será a conclusão de competições em andamento, como estaduais e a Copa do Brasil.

Anderson Ramos/Capital News

Francisco Cezário

Francisco Cezário diz que intenção da Federação é concluir a competição

 

Segundo essa linha, a Federação aposta no término do Estadual com a disputa das quartas de final, com os classificados, na ordem, Aquidauanense FC, EC Águia Negra, SER Chapadão, Operário FC, EC Comercial, Costa Rica EC, Maracaju AC e Corumbaense FC. “Terminar a competição é tudo que nós da FFMS queremos, mas seguiremos a orientação da CBF com o calendário”, disse o presidente da entidade ao Capital News, Francisco Cezário. 

 

Clubes

 

Com a paralisação do campeonato, os oito clubes que seguem na disputam optaram por dispensar os atletas enquanto aguardam uma posição sobre continuidade ou não da competição. Líder da primeira fase, o presidente do Aquidauanense, João Garcia, disse que uma situação como a que está sendo ventilada no Rio Grande do Sul e em São Paulo, de que o primeiro colocado no momento da suspensão seja declarado campeão, seria bem vinda, já que, neste caso, é o principal beneficiado, claro. 

 

O dirigente, porém, disse que a situação precisa ser definida entre os participantes, mas que as dificuldades financeiras para cobrir salários e despesas inviabilizariam a volta. “O que se fala é que esse campeonato é muito difícil voltar. O pessoal da saúde fala que começaremos ter uma trégua em setembro. Se assim for então fica difícil. O que a gente está propondo é que quando acabar essa quarentena que os presidentes do clube se reúnam e vamos negociar o nosso campeonato estadual”, disse em entrevista à Rádio Avenida FM.

 

Entre outros participantes, a possibilidade do campeonato não terminar estaria fora que questão. João Garcia, presidente da Serc, diz que há prazo para que a competição retorne para chegar à final. “Temos tempo e capacidade de organização para isso [terminar o campeonato]. Temos um campeonato em andamento que hoje está suspenso e temos condição de no retorno acabá-lo”. Sobre os problemas financeiros que os clubes enfrentariam para remontar seus elencos, o dirigente foi direto. “Existem as particularidades comuns que se pode conversar. O que é particular de cada um, que se virem”, apontou à Rádio Esporte MS.

Agência OFC

Petrallás renuncia cargo de vice da FFMS e fica no Operário

Petrallás diz que há tempo suficiente para organizar a conclusão do Estadual

 

Outro que se manifestou sobre o assunto foi o presidente do Operário, Estevão Petrallas. O mandatário do Galo aposta na possibilidade de retorno do campeonato no segundo semestre. “No momento em que se classificaram oito clubes e esses estão com a pontuação zerada, não tem porque escolher uma para ser campeã. Uma competição que no seu final mostrou uma evolução muito grande e que precisa acontecer até o último instante dentro de campo”. 

 

Segundo o dirigente, a continuidade pode acontecer no segundo semestre, citando o clássico com o rival Comercial, confronto das quartas de final. “No momento que normalizarem as condições de poder voltar o futebol profissional, nós vamos poder fazer o Comerário onde os torcedores poderão assistir. Espero realmente que os dirigentes tenham bom senso e façam que a competição seja decidida dentro de campo. Se for por indicação não precisaríamos nem fazer competição”, concluiu.

Franz Mendes

Comercial Operário 2020

Clássico Comerário é um dos confrontos das quartas de final do Estadual

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix