Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019, 16h:49
Tamanho do texto A - A+

Federação e clubes definem Estadual 2020 com dez clubes

Arbitral confirmou saída do Sete de Dourados e acesso de três times da Série B

Rogério Vidmantas
Capital News

Anderson Ramos/Capital News

Arbitral

Campeonato mantém formato deste ano, mas com apenas dois rebaixados e uma vaga garantida na Copa do Brasil

O Campeonato Estadual de 2020 está definido sem o Sete de Dourados e com os três times que disputam a Série B conquistando o acesso. A reunião do Conselho Arbitral aconteceu nesta sexta-feira (22) para acertar detalhes da competição que terá o mesmo regulamento de 2019, com alterações no número de rebaixados e na definição de classificados nas fases eliminatórias em caso de igualdade após os dois jogos. De acordo com a tabela divulgada, a primeira rodada acontece no dia 22 de janeiro e a decisão no dia 26 de abril.

 

O encontro na sede da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) foi comandada pelo presidente Francisco Cezário e o vice Marcos Tavares, também coordenador de competições na entidade. Entre os clubes, representantes dos sete remanescentes de 2019 – o Sete de Dourados abriu mão da disputa – e os três que jogam a Série B e, automaticamente, garantiram o acesso.

 

Como o regulamento não pode ser alterado, foram feitos alguns ajustes. O primeiro é no número de rebaixados, que caiu de quatro para dois, já que agora o campeonato atingiu a marca esperada de dez participantes. Assim, após a primeira fase em que os clubes se enfrentam em turno único – nove rodadas -, os dois últimos colocados são rebaixados para a Série B.

 

Os oito que restaram seguem na disputa, agora em confrontos eliminatórios em ida e volta. A mudança nesta fase é que a campanha anterior não servirá como critério de desempate, mas apenas dando ao melhor classificado o mando de campo da partida decisiva (volta). Assim, em caso de igualdade após os dois jogos – dois empates ou vitória e derrota pelo mesmo saldo de gols – a definição do classificado ou do campeão será na disputa de pênaltis.

 

Copa do Brasil

 

Outra mudança está na definição dos representantes de Mato Grosso do Sul em competições nacionais e regional. A FFMS pode indicar dois clubes para a Copa do Brasil, Série D do Campeonato Brasileiro e Copa Verde, mas isso pode mudar se a entidade perder, por conta do mau desempenho dos clubes, posição no Ranking de Federações da CBF. A possibilidade de isso acontecer ao fim desta temporada é pequena, mas aumenta consideravelmente no próximo ano se o desempenho de Águia Negra e Aquidauanense for ruim.

 

Se for ultrapassado pelo Espírito Santo, o Estado perderá uma vaga em cada uma dessas competições. Assim, o regulamento agora garante apenas o campeão em cada um dos torneios e o vice ficará com uma vaga se esta ainda for destinada ao MS. A preocupação dos dirigentes, claro, é com a Copa do Brasil, que garante ao participante, na primeira fase, cota de R$ 500 mil.

 

Tabela 

 

A tabela provisória do Estadual foi apresentada pela Federação e pode sofrer ajustes até 45 dias da primeira rodada. Os primeiros cinco jogos estão marcados para o dia 22 de janeiro, uma quarta-feira. Em Chapadão do Sul, a Serc recebe o Operário, Pontaporanense e Costa Rica jogam no Estádio Aral Moreira, Cena e Corumbaense no Andradão, Maracaju e Comercial no Loucão e Águia Negra recebe o Aquidauanense na reedição da final deste ano, no Ninho da Águia.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix