Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Quinta-Feira, 23 de Janeiro de 2020, 12h:13
Tamanho do texto A - A+

Federação espera Morenão liberado nesta sexta-feira

Após vistorias da PM e Bombeiros, laudos foram entregues ao MPE

Rogério Vidmantas
Capital News

Anderson Ramos/Capital News

Morenão 2020 - gramado

Gramado do Morenão passou por tratamento nos últimos dois meses

A liberação do Estádio Morenão para os jogos de Operário e Comercial no Campeonato Estadual agora dependem do Ministério Público Estadual (MPE). Nesta quarta-feira (22) foram entregues os laudos necessários para que o principal estádio do Estado seja utilizado em competições oficiais e a expectativa é que um parecer positivo seja dado ainda nesta semana. 

 

No início da semana, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros concluíram as vistorias previstas e emitiram os laudos, completando o que já havia sido feito em relação à Vigilância Sanitária. O Morenão esta interditado pelo MPE por apresentar problemas estruturais e foram feitas adequações emergenciais nos últimos dois meses para que, mais uma vez, seja liberado parcialmente.

 

De acordo com Marcos Tavares, vice-presidente e coordenador de competições da FFMS, apesar do MPE ter um mês para analisar os documentos, a resposta é aguardada nesta sexta-feira (24) ou, no máximo, no início da próxima semana.

 

Duas fases

 

Nesta primeira fase, foram feitos reparos em um lance da marquise e na parte hidráulica, sanitária, elétrica e estrutural, visando a segurança do torcedor. Além de correções no gramado, responsabilidade da Federação. Se confirmada, a liberação será para a disputa do Campeonato Estadual, que termina no dia 26 de abril. Em maio deve ter inicio a obra de adequação total do estádio, anunciada pelo Governo do Estado no ano passado.

 

Os primeiros jogos previstos no Morenão acontecem no início de fevereiro. No dia 1º, sábado, o Comercial recebe o Águia Negra e no dia seguinte é a vez do Operário entrar em campo para enfrentar a SE Pontaporanense.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix