Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 14 de Novembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Quarta-Feira, 25 de Outubro de 2017, 17h:15
Tamanho do texto A - A+

Reforma do Morenão pode ser liberada ainda em outubro, diz Reitor Turine

A reforma incluirá diversos itens e projeto prevê início para o ano que vem

Vinicius Costa
Capital News

A. Ramos/Capital News

 Reforma do estádio Pedro Pedrossian – Morenão

Morenão ainda receberá a segunda fase da reforma prevista

O convênio entre a Universidade de Mato Grosso do Sul (UFMS) e o Governo do Estado para garantir a revitalização do Estádio Morenão, é esperado para o fim de outubro. O projeto que prevê os termos da parceria está em andamento na Procuradoria Geral do Estado e é aguardado que se obtenha a liberação para a segunda parte da reforma, que iniciará no ano que vem.

A segunda etapa, que abrange toda a área descoberta, também será revitalizada, porém a burocracia na liberação de recursos e aprovação do projeto mantém indefinido o início dos trabalhos. "Junto com o Governo do Estado, tentaremos iniciar esse grande projeto do Morenão para o ano que vem. Está perto de finalizar, está na Procuradoria Geral do Estado para poder fazer os últimos alinhamentos", explica o reitor da UFMS, Marcelo Turine.

Apenas o setor coberto está funcionando e recebendo o público, entretanto, a meta é dar sequência para que o lado descoberto também seja disponibilizado e volte a receber os torcedores. "Nós gostaríamos de liberar isso em outubro, nesse mês, que é o mês de 40 anos de criação do Mato Grosso do Sul, então, todo encaminhamento está sendo feito", afirma Turine.

Foto Cedida

Segunda fase da reforma do Morenão pode ser liberada ainda em outubro

Marcelo Turine em entrevista citou que o projeto pode ser liberado neste mês


Para que o estádio volte a receber novos jogos, o projeto passa por uma série de intervenções e instalações para que se adeque ao Estatuto do Torcedor.

Dentro da obra, as instalações dos corrimãos nas escadarias, elevação de guarda-corpos nas muretas e sinalização de saídas de emergência são exigidas assim como foram exigidas na primeira fase da obra na área coberta. Além desses itens, a implantação de placar eletrônico, o sistema de som, os acentos, as adequações de segurança e acessibilidade, e principalmente a troca do gramado e adequação dos vestiários dos atletas também estarão no projeto.

Deurico/Arquivo Capital News

Estádio Pedro Pedrossian (Morenão)

Estádio Pedro Pedrossian (Morenão)

Segunda fase

O projeto pela segunda fase da reforma foi finalizado em abril e a obra terminaria em setembro, mas acabou passando por uma série de burocracias e, com o tempo, sofreu intervenções, laudos expiraram e as vistorias não foram efetuadas.

A primeira fase da obras de reforma do estádio, aconteceu no dia 2 de dezembro de 2016 e foi concluída no fim de janeiro de 2017 para a realização do Campeonato Estadual.

Principal praça esportiva de Mato Grosso do Sul, o Estádio Morenão, foi inaugurado em 1971 e ficou interditado desde setembro por determinação judicial.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix