Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 19 de Setembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Segunda-Feira, 09 de Setembro de 2019, 11h:13
Tamanho do texto A - A+

Santos fica no empate com Athletico e deixa Flamengo sozinho na liderança

Peixe está em segundo, dois pontos a menos que o líder e os dois se enfrentam na próxima rodada

Rogério Vidmantas
Capital News

Twitter Oficial/Santos FC

Santos Athletico

Tropeço em casa contra o Athletico impediu o Santos de acompanhar o líder Flamengo

O Campeonato Brasileiro voltou a ter líder isolado neste domingo (8). Pela 18ª rodada, o Santos apenas empatou em casa com o Athletico-PR e permitiu que o Flamengo ficasse isolado na primeira posição. Braian Romero abriu o placar para o Furacão ainda no primeiro tempo, enquanto Sánchez deixou tudo igual para o Peixe, aos 45 da etapa complementar em pênalti bastante contestado pelos adversários. 

 

Com o resultado, o Santos segue na vice-liderança, com 37 pontos dois a menos que o líder Flamengo e os dois se enfrentam na última rodada do primeiro turno, sábado, no Maracanã. O G4 tem ainda o Palmeiras com 33 pontos e o Corinthians com 32. Já o Athletico-PR tem 26 e ocupa a nona colocação. 

 

O jogo

 

A partida na Vila Belmiro começou com o Santos marcando pressão e tomando conta do ataque durante os dez primeiros minutos. Aos três, Jean Mota bateu falta com categoria e Léo salvou o Athletico. O bombardeio inicial do Peixe ainda contou com as finalizações de Sasha, Marinho e Felipe Jonatan. Aos poucos, o Furacão equilibrou as ações do jogo e passou a aparecer mais no campo ofensivo. Na marca dos 25, o time da casa teve nova chance. Pituca arriscou o chute, mas Léo fez boa defesa. A resposta rubro-negra veio dois minutos depois. Everton Felipe recebeu livre dentro da área, bateu colocado e viu a bola passar rente à meta santista. 

 

Aos 33, o Furacão voltou a assustar, mas Everson fez dois milagres em sequência nos chutes de Thonny Anderson e Vitinho. Ainda no ataque, os visitantes abriram o placar, aos 41. Depois de boa trama entre Lucho González e Thonny Anderson, Braian Romero concluiu para o fundo das redes. Minutos antes do intervalo, o Santos tentou pressionar em busca do empate, mas novamente o arqueiro atleticano evitou o gol nas tentativas de Uribe e Jean Mota.

 

Assim como no primeiro tempo, o Santos começou a etapa complementar em cima do Furacão. Aos oito, Sánchez fez o cruzamento na medida para Gustavo Henrique, que cabeceou firme e dessa vez Léo foi quem vez um milagre debaixo das traves para impedir o gol. Dois minutos depois, Uribe também de cabeça mandou muito perto da trave rubro-negra. Querendo reverter o resultado, o Peixe continuou pressionando, mas as chances só voltaram a aparecer depois dos 30 minutos. E vieram em sequência. Felipe Jonatan, Lucas Veríssimo e Uribe pararam em três grandes defesas do goleiro do Athletico. Aos 34, Uribe teve nova oportunidade, mas mandou por cima do gol. Já aos 45 minutos a insistência santista enfim surtiu efeito. E Sánchez, de pênalti deixou tudo igual na Vila Belmiro.

 

Outros jogos

 

O domingo teve ainda a goleada do Grêmio, sobre o Cruzeiro, em Belo Horizonte, por 4 a 1. Diego Tardelli, Alisson e dois gols de Everton construíram o placar, com Fred descontando. O Botafogo venceu o Atlético-MG por 2 a 1, gols de Diego Souza e Alex Santana e, no fim, Di Santo marcou para o Galo. Em Maceió, o CSA venceu a Chapecoense por 2 a 0, gols de Alecsandro e Jonatan Gómez.  

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix