Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 04 de Março de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Domingo, 17 de Janeiro de 2021, 17h:45
Tamanho do texto A - A+

São Paulo empata com Athletico e vê adversários se aproximarem

Jogo em Curitiba terminou 1 a 1 no terceiro jogo sem vitória do líder

Rogério Vidmantas
Capital News

Twitter Oficial/Athletico

Athletico São Paulo

Furacão saiu na frente, mas não conseguiu segurar a vantagem no segundo tempo

O líder São Paulo deu mais uma derrapada nesta reta final de Campeonato Brasileiro. Em Curitiba, pela 30ª rodada, o Tricolor ficou no empate com Athletico-PR em 1 a 1, no terceiro jogo seguido sem vitória. Renato Kayzer marcou para o Furacão no primeiro tempo e Tchê Tchê igualou no segundo.

 

O ponto conquistado, o único dos últimos nove disputados, mantém o São Paulo na liderança, agora com 57, mas vê adversários diretos pelo título, como Internacional e Atlético-MG terem a chance de se aproximarem. Os paranaenses subiram para o décimo lugar, com 39 pontos. 

 

O jogo

 

A primeira etapa foi estudada na Arena da Baixada, com poucas chances claras. O jogo começou a esquentar aos 21 minutos, em chute de Fernando Canesin na área que foi defendido com segurança pelo goleiro Tiago Volpi. Com maior presença no setor ofensivo, o Furacão chegou de novo aos 28, em passe de Renato Kayzer para Carlos Eduardo que só não acabou em gol porque Arboleda afastou na hora certa. No entanto, os donos da casa conseguiram abrir o placar antes do intervalo. Aos 38, Carlos Eduardo recebeu e cruzou rasteiro para Kayzer, que desviou para a rede.

 

Na segunda parte do jogo, o São Paulo voltou melhor e buscou o empate a todo custo. Aos seis minutos, a primeira chance: bom passe entre a zaga para Brenner, que tentou tocar no cantinho, mas parou em Santos. Pouco depois, aos nove, Gabriel Sara bateu da entrada da área e acertou a rede pelo lado de fora. Entretanto, Tchê Tchê teve maior felicidade ao arriscar de longe e fez um belo gol aos 15 minutos, igualando o marcador. 

 

Depois do gol, o Athletico teve boa oportunidade com Christian, aos 21 minutos. No entanto, Tiago Volpi fez bela defesa com uma mão só. A partir daí, apesar da indefinição do confronto, as duas equipes não conseguiram criar tanto. O São Paulo deu alguns sustos na reta final, especialmente em chute de Vitor Bueno e em cabeceio de Gonzalo Carneiro - este último já no período de acréscimos. Contudo, o empate se manteve até o fim.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix