Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 19 de Outubro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Sexta-Feira, 18 de Setembro de 2020, 07h:49
Tamanho do texto A - A+

Sem marcar, São Paulo empata com River Plate em 2 a 2

Tricolor saiu na frente com gol contra de Pérez, River virou com Borré e Álvarez, e Angileri, também contra, igualou

Rogério Vidmantas
Capital News

Twitter Oficial/CA River Plate

São Paulo River Plate

Empate manteve os dois times juntos na classificação, com vantagem para os argentinos nos critérios de desempate

O São Paulo voltou para Libertadores se complicando no Grupo D. Em São Paulo, o Tricolor recebeu o River Plate-ARG e ficou no 2 a 2, mesmo sem ter marcado nenhum dos gols. Borré e Julián Álvarez marcaram a favor dos argentinos enquanto Enzo Pérez e Angileri, contra.

 

O empate deixa os dois times com quatro pontos em três jogos, mas o River leva vantagem no saldo de gols (5 a 2), empurrando o São Paulo para terceiro. A LDU-EQU é líder, com seis, e o Binacional-PER, com três, o lanterna. Na próxima rodada o Tricolor enfrenta justamente o time equatoriano fora de casa e conquistar pontos é fundamental para seguir com chances de classificação.

 

O Jogo

 

A partida no Estádio do Morumbi começou movimentada e com gols antes dos 20 minutos. O primeiro foi marcado por um jogador do River Plate, mas para o São Paulo. O Tricolor chegou aos seis minutos em chute de Hernanes que Armani se esticou para defender. Aos nove, Igor Vinicius abriu da direita para esquerda e encontrou Reinaldo. O lateral chegou batendo de primeiro, o chute saiu torto mas, no meio do caminho, a bola desviou em Enzo Pérez, bateu na trave e morreu na rede. O empate veio aos 17 minutos. Lançado em profundidade, Julián Álvarez invadiu a área e cruzou com precisão para Borré, livre, marcar o gol do River.

 

Depois o jogo caiu de produção e o Tricolor só voltou a assustar aos 35 minutos em chute de Hernanes da entrada da área que passou perto do gol de Armani, mas para fora. No minuto seguinte, Pablo tentou a conclusão, mas a zaga desviou.

 

Na volta do intervalo, a primeira chance foi tricolor. Aos oito minutos, Igor Vinicius, pela direita, cruzou para trás e Igor Gomes chegou batendo colocado, mas para fora. Logo em seguida, foi a vez de Pablo concluir lance, também errou o gol.

 

A emoção voltou ao jogo aos 34 minutos. Depois de cobrança de escanteio, a bola acaba sobrando para Quarta, que acha Julián Álvarez livre. Quase à queima-roupa, o camisa 9 bate de primeira, longe de Tiago Volpi que não alcança a bola. A vantagem argentina durou pouco e mais uma vez com gol contra. Hernanes toca para Reinaldo já na área e o lateral bate cruzado. Armani defende parcialmente e, no rebote, a bola bate no zagueiro Angileri e ganha a direção do gol, igualando o jogo. 

 

Na reta final do jogo, o São ainda teve a chance da virada com Brenner, mas o chute da entrada da área foi em cima de Armani. O River também poderia ter saído com a vitória em cruzamento de Angileri que encontrou Pinola, mas o cabeceio, com perigo, foi para fora, mantendo o 2 a 2 como placar definitivo.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix