Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 02 de Abril de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Quarta-Feira, 18 de Março de 2020, 11h:07
Tamanho do texto A - A+

Técnicos de Operário e Comercial criticam sequência do Estadual

Glauber Caldas e Robson Mattos discordam dos dirigentes dos clubes que optaram por jogos sem torcida

Rogério Vidmantas
Capital News

Anderson Ramos/Capital News

Robson Glauber

Robson Mattos e Glauber Caldas comandam os dois times de Campo Grande no Estadual

O Campeonato Sul-Mato-Grossense, por enquanto, segue sem torcedor nos jogos das rodadas de ida e volta nas quartas de final. A decisão tomada pela Federação e pelos clubes em reunião na última segunda-feira (16), porém, não agradou todos os envolvidos. Técnico de EC Comercial e Operário FC, que se enfrentam nesta fase, criticaram a não paralisação da competição.

 

O primeiro a tocar no assunto foi o treinador colorado Robson Mattos. Em entrevista a Webrádio Esporte MS, ele lamentou que a opção dos dirigentes por seguir com a competição. “Foi uma decisão que me deixou decepcionado. Penso eu que deveríamos seguir as normas da CBF e seguirmos os grandes centros”, disse. Mattos não poupou nem o presidente do clube, Válter Mangini, um dos que votaram a favor da continuidade dos jogos. “Com todo respeito, acredito que meu presidente não tomou a atitude correta. Sou totalmente contra, isso mancha o futebol que já está tão afastado do torcedor. Temos que estar preparados para mais 20, 30, 40, 50 dias de manutenção de equipe. Se não tenho esse suporte, não entro”, criticou.

 

Glauber Caldas, técnico do Operário, usou sua conta no twitter nesta quarta-feira (18) para também criticar, mesmo que indiretamente, a sequência do campeonato. “Hora de sermos racionais. Todos devemos ser isolados, todos somos potenciais disseminadores e alvos da COVID-19. Quando antes pararmos tudo, antes voltaremos a viver normalmente”, disse em uma primeira postagem.

 

Em seguida, concluiu: “O futebol não está imune! Ser ‘mais que um jogo’ não nos coloca como exceção. Somos seres humanos, temos família e nos preocupamos com ela e com toda a sociedade. Já perdemos nosso combustível que é a torcida, agora vamos perder nossa saúde?”, completou, em referência aos jogos mantidas.

 

Comercial e Operário se enfrentam em dois jogos pelas quartas de final, ambos no Estádio Morenão nos próximos dois domingos. Com melhor campanha na primeira fase, o Galo é mandante da partida de volta e tem a vantagem da igualdade.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix