CapitalNews

Sexta-Feira, 06 de Dezembro de 2019, 16h:10

Acusado de esquartejar adolescente nega crime

Corpo da vĂ­tima foi encontrado dentro de um tambor na Fronteira

Elaine Silva
Capital News

 

Leo Veras

Acusado de esquartejar adolescente nega crime

Corpo foi encontrado na última quinta-feira

 

Após o corpo do adolescente paraguaio Alex Ziole Aquino Areco de 14 anos, ser encontrado dentro de um tambor, na última quinta-feira (05), o brasileiro Genaro Lopes Martins foi apontado como a pessoa que sequestrou e matou.

 

Genaro se apresentou nesta sexta-feira (06) na Promotoria Pública de Pedro Juan Caballero e negou participação no crime e disse que a mulher dele Diana Clavel Pimentel Acosta, 24 anos, que está grávida e a irmã dela Denise Pimentel Acosta, 24 anos, que foram presas ontem à tarde também não tem participação no crime.

 

O acusado disse que realmente o cunhado dele o adolescente identificado como D. C. D de 15 anos e que foi apreendido junto com as irmãs, teve um desentendido dentro do banheiro da escola Calvoso em Ponta Porã ambos estudavam na mesma sala no período matutino.  A briga teria acontecido no dia 22 do mês passado um dia antes do desaparecimento do adolescente, segundo o site MS em Foco.

 

Genaro disse que no mesmo dia procurou a Polícia Civil em Ponta Porã onde prestou queixa contra Alex e outras quatro pessoas que teriam participado da briga e que não teria motivo para cometer o crime. Ele disse que no dia que o rapaz desapareceu ele estava em casa com a esposa. Sobre o facão e as pás encontradas na casa dele no bairro San Geraldo na periferia de Pedro Juan Caballero e apontado como provas materiais do crime ele disse que está fazendo uma reforma no imóvel e por isso tinha os instrumentos no local.

 

Caso

Alex foi raptado no dia 23 de novembro em Ponta Porã quando deixava uma festa de aniversário e não foi mais visto. O corpo dele foi encontrado ontem esquartejado e sem a cabeça dentro de um galão de plástico no Rodoanel de Ponta Porã nas proximidades da BR 463.

 


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br