CapitalNews

Domingo, 22 de Março de 2020, 12h:23

Ayurveda: entenda como funciona a medicina milenar indiana

Por Pérola Cattini

Da coluna Bem-Estar
Artigo de responsabilidade do autor

Sistema utiliza alimentação e terapias naturais para tratar desequilíbrios causadores de doenças

Divulgação

ColunaMarcoEusébio

Um dos sistemas medicinais mais antigos do mundo, o Ayurveda (termo em sânscrito que significa “ciência da vida”) é um conjunto de práticas voltadas para a cura de doenças e para a preservação da saúde física, mental e espiritual. Criada na Índia há cerca de cinco mil anos, a técnica prega o equilíbrio entre o ser humano e a natureza, com o objetivo de promover longevidade e qualidade de vida. Por meio de alimentação, terapias e medicamentos naturais, a ciência trabalha para o envelhecimento saudável dos indivíduos.


Para o Ayurveda, cada pessoa é única e, portanto, deve adotar um conjunto de práticas personalizadas para manter o organismo equilibrado. Para tanto, é preciso que se identifique os elementos que compõem sua constituição psicofísica, também chamada de dosha. Os doshas são compostos pelas cinco substâncias presentes no universo (terra, ar, fogo, água e éter) e se dividem em três: Vata (ar e éter), Pitta (fogo e água) e Kapha (terra e água).


A partir da identificação dos doshas dominantes, o terapeuta ayurvédico é capaz de recomendar uma dieta natural pensada para sanar eventuais desequilíbrios causadores de males e doenças. As recomendações incluem priorizar comida produzida localmente, de acordo com a estação do ano em que os alimentos são cultivados, e sabores específicos para cada dosha. Uma pessoa com Pitta desequilibrado, por exemplo, deve evitar refeições picantes, que estimulam o fogo.


Além disso, a medicina ayurvédica também trabalha com aromaterapia (por meio do uso de óleos essenciais), massagens (com objetivo de melhorar fluxo de fluidos vitais), yoga (como prática que estimula o autoconhecimento e melhora a respiração) e meditação. Além de tratar as enfermidades, o sistema atua na promoção da saúde, estimulando o fortalecimento e a vitalidade nas pessoas saudáveis, antes mesmo delas apresentarem qualquer moléstia.

Conheça os doshas
Para que uma pessoa conheça seus doshas, é necessário passar pela avaliação de um terapeuta ayurvédico, que será capaz de examinar profundamente o indivíduo, considerando características físicas, psíquicas e espirituais. Entretanto, interessados em descobrir sua constituição psicofísica podem ter uma noção preliminar por meio do conhecimento das principais características de cada um dos doshas. Confira abaixo:

Vata
Indivíduos de Vata geralmente são magros, possuem pele e cabelos mais secos e são mais sensíveis às temperaturas baixas. Costumam ser inquietos, comunicativos e indecisos. Desequilíbrios deste dosha podem incluir insônia, perda de peso, excesso de gases e constipação, além de medo, insegurança e ansiedade.

Pitta
Pessoas de Pitta possuem tipo físico atlético, pele macia a oleosa e costumam ser avessos ao calor. Sentem muita fome e sede. São inteligentes, ativos e críticos. Quando em desequilíbrio, Pitta favorece problemas gástricos, suor excessivo, acne, rosácea e diarreia, além de piorar quadros de agressividade, ciúmes e irritação.

Kapha
Quem tem predominância do dosha Kapha geralmente tem o físico mais encorpado, com tendência a ganhar peso. Com peles e cabelos grossos e oleosos, possuem ritmo mais lento e são metódicos, apegados e de memória longa. Sintomas comuns de desequilíbrio incluem sono excessivo, letargia, retenção de líquidos e muco, sinusite e alergias.

 

 



 


 


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br