CapitalNews

Quarta-Feira, 13 de Janeiro de 2021, 07h:00

Fé Para 2021 (parte I) - O Problema da Fé Metastática

Por Wanderson R. Monteiro*

Artigo de responsabilidade do autor
Envie seu artigo para opiniao@capitalnews.com.br

Com todos os problemas causados no ano de 2020 muitos concordam que "ter fé" é uma das coisas que mais precisamos para 2021. Todos esperam um 2021 diferente e a maior parte das pessoas sustentam seus desejos na esperança e na fé. Mas qual tipo de fé devemos ter e cultivar em 2021?

Divulgação

Wanderson R. Monteiro - Artigo

Wanderson R. Monteiro


Muitas são as compreensões que agregamos dentro do conceito de "fé'', onde muitos conservam para si várias compreensões de fé diferentes e que acham inúmeras formas de manifestações, que muitas vezes se apresentam como expressões de nossos desejos e vontades particulares. Nesse texto, falarei de uma forma de "fé" denominada de "fé metastática" e, na segunda parte, pretendo falar de mais duas formas e, a partir da análise das três, propor aquela que, a meu ver, mais se enquadra em nossa situação atual.


Muitos esperam que as coisas mudem no ano que se iniciou e, a partir disso, parecem esperar que tudo mude de uma hora para outra, num estalar de dedos, por meio de determinadas ações humanas, representadas pela ciência, tecnologia, e pelas ideologias e movimentos sociais, transformando toda a realidade em um único instante. O filósofo alemão - naturalizado americano - Eric Voegelin chama essa forma de crença de "fé metastática", ou seja, a fé na transformação completa de toda a realidade, transformando o mundo em que vivemos em uma espécie de paraíso, utilizando-se da ciência e/ou das ideologias e revoluções sociais para alcançar tal intento. Segundo Eric Voegelin, "a fé metastática é uma das grandes, se não a principal, fonte de desordem no mundo contemporâneo", e que devemos buscar remédios contra ela antes que ela nos destrua. A fé metastática não imita a estrutura da fé demonstrada na realização de um milagre, mas na estrutura de fé que embasa o Apocalipse.


Tal crença encontra sua base na transformação completa que ocorrerá em toda a realidade na vinda de Cristo, onde haverá a instauração de novos céus e nova terra, expostos pelo apóstolo João no livro do Apocalipse, trazendo ao universo um novo estado de paraíso. Tal transformação completa, a nível universal, cosmológico, e metafísico, somente acontecerá nesse momento único e excepcional, de maneira que, em nossa situação atual, tal tipo de "fé" somente nos afastará da verdadeira realidade que se apresenta a todos nós.


Essa transformação com base na fé metastática não acontecerá em nossa situação atual, ainda mais se esperarmos que ela aconteça pelas mãos e meios humanos, de forma que essa forma de crença somente nos aliena da verdadeira realidade da qual nos encontramos.

 

 

*Wanderson R. Monteiro
(Bacharel em Teologia pelo ICP)
(São Sebastião do Anta – MG)
dudu.slimpac2017@hotmail.com

 

 


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br