Campo Grande/MS, Terça-Feira, 14 de Julho de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Internacional
Quarta-Feira, 22 de Janeiro de 2020, 18h:43
Tamanho do texto A - A+

China tem 17 mortes causadas pelo coronavírus

Número de pessoas infectadas subiu para mais de 550

Agência Brasil
E.S

Reuters/Brendan McDermid/Direitos reservados

China tem 17 mortes causadas pelo coronavírus

 

Aumentou para 17 o número de mortes decorrentes da infeção pelo novo tipo de coronavírus detetado na China, confirmaram nesta quarta-feira (22) as autoridades do país. O número de pessoas infectadas subiu para mais de 550. No mesmo dia, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reúne-se para decidir se deve declarar uma "emergência de saúde pública de interesse internacional".

 

O balanço da progressão do coronovírus foi divulgado pelas autoridades de Wuhan, no centro da China, cidade onde o surto começou no mês passado.

 

A Comissão Nacional de Saúde chinesa havia alertado hoje que o novo tipo de coronavírus poderia "sofrer mutações e espalhar-se mais facilmente".

 

O fato é que a maioria dos infetados são da província de Hubei, cuja capital é Wuhan - um importante centro de transporte doméstico e internacional, e as autoridades apelam para que as populações que não viajassem para esta cidade chinesa, por suspeitar ser o ponto originário do vírus.

 

"Basicamente, não vão para Wuhan. E aqueles que estão em Wuhan, por favor, não saiam da cidade", afirmou hoje Li Bin, vice-diretor da Comissão Nacional de Saúde da China.

 

A população residente também foi alertada para evitar multidões e encontros em espaços públicos.

 

OMS avalia hipótese de "emergência de saúde pública internacional".

 

As autoridades chinesas confirmaram que a situação no país está na fase "mais crítica" da prevenção e controle.

 

O Comité de Emergência da Organização Mundial de Saúde se reúne em Genebra, na Suíça, com vista para avaliar a situação e a possibilidade de se declarar emergência de saúde pública internacional, assim como para determinar que recomendações para controlar o coronavírus.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix