Campo Grande/MS, Domingo, 09 de Maio de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Nacional
Terça-Feira, 04 de Maio de 2021, 12h:50
Tamanho do texto A - A+

Jovem mata crianças e professoras em creche

Ao todo foram quatro vítimas fatais; outra criança foi hospitalizada

Elaine Silva
Capital News

Simone Fernandes/G1 SC

Jovem mata crianças e professoras em creche

Segundo a Polícia Civil, o suspeito tem 18 anos.

Um jovem de 18 anos invadiu, nesta terça-feira (4), uma creche na cidade de Saudades, em Santa Catarina, com um facão e matou ao menos duas crianças e duas professoras.

Uma terceira criança ferida está sob cuidados médicos em um hospital. Segundo a Agência Brasil, a identidade do agressor e os nomes das vítimas não foram confirmados por fontes oficiais. Segundo a Polícia Militar de Santa Catarina, após cometer os crimes, o rapaz tentou suicídio e foi levado a um hospital da cidade de Pinhalzinho.

Policiais militares e servidores da prefeitura estão no local atendendo à ocorrência. Segundo o subcomandante do batalhão da PM em Chapecó, major Rafael Antônio da Silva, o criminoso foi contido por populares até a chegada dos primeiros policiais e bombeiros. “Infelizmente, ao chegarem, os bombeiros se depararam com pessoas já mortas, não podendo nem mais conduzi-las ao hospital”, disse Silva. O agressor, por sua vez, cortou o próprio pescoço com o facão que usou para atacar a suas vítimas e foi socorrido em estado grave.

De acordo com o subcomandante, ainda não se sabe o motivo do crime. As primeiras informações dão conta de que o rapaz não tem nenhum vínculo com a creche, onde estudam crianças de 6 meses a 2 anos de idade. “Ele mora na cidade e entrou no estabelecimento portando o facão que usou contra as vítimas. Uma professora e duas crianças morreram no próprio local. Outra professora, gravemente ferida, morreu no hospital e ao menos uma criança ferida está internada”, explicou Silva.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix