Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Nacional
Segunda-Feira, 17 de Junho de 2019, 08h:51
Tamanho do texto A - A+

Receita Federal libera R$ 5,1 bilhões como pagamento das restituições do 1º lote do IRPF

A receita também pagará R$ 109,6 milhões para declarações entre 2008 a 2018 que estavam na malha fina.

Flavia Andrade
Capital News

Marcello Casal/Agência Brasil

Receita Federal libera R$ 5,1 bilhões como pagamento das restituições do 1º lote do IRPF

A receita também pagará R$ 109,6 milhões para declarações entre 2008 a 2018 que estavam na malha fina.

Nesta segunda-feira (17), a Receita Federal começa a pagar as restituições do Imposto de Renda Pessoa Física 2019. Os R$ 5,1 bilhões serão depositados nas contas de 2.573.186 contribuintes. Neste lote, receberão a restituição os 245.552 contribuintes idosos acima de 80 anos, 2.174.038 contribuintes entre 60 e 79 anos e 153.596 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

 

No total, serão pagos R$ 4,99 bilhões, do lote deste ano, a 2.551.099 contribuintes. A Receita também pagará R$ 109,6 milhões a 20.087 mil contribuintes que fizeram a declaração entre 2008 e 2018, mas estavam na malha fina.

 

Para o lote 2019, as restituições terão correção de 1,54%, já para o lote 2008, a correção será de 109,82%. Em todos os casos, os índices têm como base a taxa Selic (juros básicos da economia) acumulada entre a data de entrega da declaração até este mês.

 

A restituição será depositada nas contas informadas na declaração. O contribuinte que não receber a restituição deverá ir a qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para ter acesso ao pagamento.

 

O valor ficará disponível durante um ano. Se o resgate não for feito no prazo, a solicitação deverá ser feita por meio do formulário eletrônico – pedido de pagamento de restituição, ou diretamente no e-CAC , no serviço extrato de processamento, na página da Receita na internet. Para quem não sabe usar os serviços no e-CAC, a Receita produziu um vídeo com instruções.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix