Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 19 de Setembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Opinião
Domingo, 08 de Setembro de 2019, 07h:00
Tamanho do texto A - A+

Empreendedorismo feminino no franchising

Por Veronicah Sella*

Artigo de responsabilidade do autor
Envie seu artigo para opiniao@capitalnews.com.br

Quantas vezes, em papos de família ou networking, ouviu-se a expressão: "O cara que criou esse negócio é um gênio"? No senso comum, é natural associar boas ideias a grandes homens - é uma máxima trivial no mercado de trabalho, seja franchising ou outros modelos de negócios. Mas, não só de grandes gênios é feito o cenário de inovação e empreendedorismo no Brasil e no Mundo. Mulheres inventam, criam, fazem e lideram, diariamente, oportunidades lucrativas.

Divulgação

Veronicah Sella - Artigo

Veronicah Sella


E um estudo realizado pela Rede Mulher Empreendedora (RME), primeira rede de apoio a mulheres empreendedoras do Brasil, revelou que a cada 100 empresas abertas no Brasil, 52 são comandadas por mulheres. Esses dados revelaram ainda que 44% das entrevistadas são chefes de famílias e 55% possuem filhos. Seja por necessidade, dificuldades na colocação ou visão, elas – ou nós – estamos no comando.

No universo das franquias, a presença feminina é, também, crescente. Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), a força feminina representa 48% dos franqueados no Brasil, sendo que, destes, 34% são em cargos de liderança.

Lidamos, em igualdade, com parceiros fornecedores, clientes, franqueados e todo o mercado, encarando, com igual seriedade, as dificuldades inerentes ao empreendedorismo, que indefere ao sexo, assim como as possibilidades de sucesso e fracasso. A mudança está na maneira com que isso é encarado: mulheres têm, como característica, maior rapidez de raciocínio e multifuncionalidade, aliado a um pensamento lógico do todo.

A evolução no tratamento a essas empreendedoras está acontecendo. Em alguns setores, por exemplo, a sensibilidade e intuição feminina já dominam, inteligentemente, podendo e devendo ser utilizadas a favor do negócio, gerando maior empatia com o cliente, envolvimento da liderança com a proposta da franquia e ganhos reais. Cabe, portanto, uma continuidade e evolução nesse sentido de igualdade de oportunidades e maior crença nelas. Afinal, gênias também têm ótimas ideias!
Veronicah Sella, co-fundadora da Criamigos

 

 

*Veronicah Sella
Co-fundadora da marca Criamigos, Veronicah Sella é graduada em Administração pela UPF (RS), com MBA em Marketing pela FGV e pós-graduação em Dinâmica de Grupo pela SBDG. A empresária já participou de missões empresariais nos EUA e China e foi franqueada da Empório Essenza e sócia da Feira Festejar Gramado.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix