Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 20 de Novembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Opinião
Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019, 07h:00
Tamanho do texto A - A+

Startups

Por Walter Roque Gonçalves*

Artigo de responsabilidade do autor
Envie seu artigo para opiniao@capitalnews.com.br

Segundo o especialista em startups Yuri Gitahy, “startup é uma empresa criada com baixo custo, rápido crescimento e potencial para geração de lucro imediato”. A questão é, se a ideia colocada a prova dará o retorno esperado ou não, este é o ponto fraco: a incerteza. Por outro lado, riscos são constantes para o empreendedor e começar com baixo custo, com um ideia apaixonante e expectativa de crescimento pode ser uma das saídas para o empresário deslanchar, gerar renda e empregos para a retomada da economia.

Divulgação

Walter Roque Gonçalves - Artigo

Walter Roque Gonçalves

 

O Brasil é 13º melhor lugar para startups no mundo, são mais de 9 mil registradas no país e a que tudo indica ficará ainda melhor. O governo federal deverá enviar em breve à Câmara dos Deputados o PLP (Projeto de Lei Complementar) 146/2019, para regulamentar as Startups. O projeto prevê que é considerada uma Startup empresa constituída em até 60 meses e que não tenha sido criada por cisão, fusão, incorporação ou aquisição de empresas. A receita bruta deverá ser a de uma pequena empresa (até R$ 4,8 milhões) e as despesas com pesquisa e desenvolvimento não podem ultrapassar 20% de sua receita bruta.

O projeto prevê o INOVA SIMPLES que criará preferências para startups em licitações e contratos firmados com o governo. Com esta iniciativa, mesmo que ainda passível de aprovação, demonstra a importância e o reconhecimento que as Startups conquistaram na economia do país, pois são agentes de desenvolvimento, melhorias tecnológicas e da geração de emprego e renda.

As incertezas no começo das Startups são recompensadas pelo baixo custo e flexibilidade das ações dentro destas. É como diz o ditado “é de pequeno que se torce o pepino”, muitas Startups que começaram minúsculas são hoje potências, como: Uber, IFood, Airbnb (para aluguéis de cômodos e residências), Waze, Nubank e muitas outras. Portanto, se você tem boas ideias, acredita nelas e vê formas de colocá-las em prática, enveredar por uma Startup pode ser a solução.

 

 

*Walter Roque Gonçalves
Professor ABS/FGV, consultor de resultados especializado em micro, pequenas e médias empresas | CRA 144.772 | Contato: (18) 99723-3109 | e-mail: walter@consultoriajk.com.br

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix