Campo Grande/MS, Domingo, 26 de Janeiro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sexta-Feira, 06 de Dezembro de 2019, 16h:10
Tamanho do texto A - A+

Acusado de esquartejar adolescente nega crime

Corpo da vítima foi encontrado dentro de um tambor na Fronteira

Elaine Silva
Capital News

 

Leo Veras

Acusado de esquartejar adolescente nega crime

Corpo foi encontrado na última quinta-feira

 

Após o corpo do adolescente paraguaio Alex Ziole Aquino Areco de 14 anos, ser encontrado dentro de um tambor, na última quinta-feira (05), o brasileiro Genaro Lopes Martins foi apontado como a pessoa que sequestrou e matou.

 

Genaro se apresentou nesta sexta-feira (06) na Promotoria Pública de Pedro Juan Caballero e negou participação no crime e disse que a mulher dele Diana Clavel Pimentel Acosta, 24 anos, que está grávida e a irmã dela Denise Pimentel Acosta, 24 anos, que foram presas ontem à tarde também não tem participação no crime.

 

O acusado disse que realmente o cunhado dele o adolescente identificado como D. C. D de 15 anos e que foi apreendido junto com as irmãs, teve um desentendido dentro do banheiro da escola Calvoso em Ponta Porã ambos estudavam na mesma sala no período matutino.  A briga teria acontecido no dia 22 do mês passado um dia antes do desaparecimento do adolescente, segundo o site MS em Foco.

 

Genaro disse que no mesmo dia procurou a Polícia Civil em Ponta Porã onde prestou queixa contra Alex e outras quatro pessoas que teriam participado da briga e que não teria motivo para cometer o crime. Ele disse que no dia que o rapaz desapareceu ele estava em casa com a esposa. Sobre o facão e as pás encontradas na casa dele no bairro San Geraldo na periferia de Pedro Juan Caballero e apontado como provas materiais do crime ele disse que está fazendo uma reforma no imóvel e por isso tinha os instrumentos no local.

 

Caso

Alex foi raptado no dia 23 de novembro em Ponta Porã quando deixava uma festa de aniversário e não foi mais visto. O corpo dele foi encontrado ontem esquartejado e sem a cabeça dentro de um galão de plástico no Rodoanel de Ponta Porã nas proximidades da BR 463.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix