Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 26 de Outubro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quinta-Feira, 10 de Setembro de 2020, 15h:13
Tamanho do texto A - A+

Acusado de matar ‘Tico Louco’ é preso e confessa mais cinco mortes

Caso aconteceu na última quarta-feira em Caarapó

Elaine Silva
Capital News

Celso Capovil/Caarapó News

Acusado de matar ‘Tico Louco’ é preso e confessa mais cinco mortes

Crime aconteceu na quarta-feira

Um homem de 40 anos foi preso acusado de matar  com golpes de faca a pessoa de Heitor Antunes Lemes, 68 anos, conhecido como “Tico Louco”. Caso aconteceu na última quarta-feira (09) em Caarapó, no Bairro Vila Planalto. 

 

A prisão aconteceu por meio de apoio de populares que estavam no local, foi possível cercar e prender o suspeito. Alguns deles chegaram a agredir o suspeito, sendo necessário tirá-lo de imediato do local para não ser linchado. Segundo o site  Caarapó News, ao ser preso, de pronto confessou a prática delituosa à equipe, bem como disse que havia matado em virtude de a vítima fatal ter pegado dois quilos de pasta base e até então não ter lhe pagado.

 

Além de encontrar a faca utilizada no delito,também foram localizados dois celulares na posse do suspeito que ele alegou ter furtado da vítima fatal após o homicídio. Disse que iria pedir apoio, não dizendo de quem, para realizar a fuga. Ainda durante a prisão, ele afirmou ainda que pretende matar outro indivíduo, não detalhando quem, também pelo mesmo motivo, dívida de droga.

 

Durante a prisão o acusado também confessou também que recentemente no mês de agosto, em Ponta Porã, tentou matar um indivíduo pelo motivo de ser “X9”, visto que ele perdeu uma plantação de maconha e armas em Pedro Juan Caballero após denúncia de tal indivíduo. Não suficiente, se gabou à equipe dizendo que já matou seis homens, com o desta data. O suspeito foi conduzido para as devidas medidas legais cabíveis.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix