Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Segunda-Feira, 31 de Agosto de 2020, 13h:12
Tamanho do texto A - A+

Em cinco anos segurança pública da Capital recebeu mais de R$ 114 milhões

Campo Grande que antes ocupava a 4ª posição, hoje a 2ª capital mais segura do Brasil

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/PCMS

Em cinco anos segurança pública da Capital recebeu mais de R$ 114 milhões

Valor é referente a cinco anos

Campo Grande, centro de Mato Grosso do Sul, recebeu mais de R$ 114 milhões, para a segurança pública, durante cinco anos. Só pelo programa MS Mais Seguro foram investidos mais de R$ 75 milhões em viaturas, armamento, equipamentos de informática, coletes balísticos, fardamento e mobiliário. De 2019 até 2020, o Governo investiu mais R$ 39,2 milhões na segurança pública da Cidade Morena. 

 

"Mato Grosso do Sul é considerado um dos estados mais seguros do País mesmo sendo de fronteira (com Bolívia e Paraguai) e enfrentando questões do tráfico internacional de drogas e de armas. E nossa Capital também tem bons índices. Fazemos um trabalho integrado que dá bons resultados à sociedade", disse o governador Reinaldo Azambuja (PSDB). O valor é proveniente de recursos próprios, de emendas parlamentares e convênios com o Governo Federal que tornaram melhor a vida de servidores e da população, que conta com serviços tecnológicos e de qualidade.

 

Originários dos convênios de drogas, mais de R$ 1,8 milhão foram investidos no Conselho Estadual de Políticas Públicas Sobre Drogas (Cead), que ganhou sede nova, mobiliário e caminhão guincho para transporte dos veículos apreendidos com drogas e mais duas viaturas no valor de R$ 280 mil reforçando a repreensão ao narcotráfico no Estado.

 

Emendas parlamentares e investimentos próprios do Estado garantiram novas viaturas, vans, micro-ônibus, computadores, armas, algemas e fardamento para as polícias Civil e Militar. Por meio de convênios com o Governo Federal, emendas parlamentares e investimentos próprios, o Governo do Estado renovou e modernizou as frotas operacionais do Corpo de Bombeiros Militar em Campo Grande, com 5 novas unidades de resgate, 2 autos busca e salvamento e 2 autos bombas tanque e um caminhão com auto escada mecânica equipado com escada de 60 metros de altura, para combate a incêndios e salvamento em edifícios.

 

Resultados

Conforme levantamento realizado pelo Atlas da Violência (2019), que avalia dados dos últimos 10 anos, Campo Grande que antes ocupava a 4ª posição é hoje a 2ª capital mais segura do Brasil. Os dados da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) confirmam o que diz o Atlas da Violência. Um exemplo disso são os roubos que de janeiro a julho deste ano caíram quase 30% em Campo Grande e os furtos 17,3%, em comparação com o mesmo período de 2019.

 

Investimentos do Governo do Estado não apenas em aquisições de modernas viaturas, como as Trailblazers e veículos descaracterizados para a investigação, mas em especial na nomeação de 72 novos delegados e convocação de 260 investigadores e escrivães para o curso de formação, foram primordiais e tem repercutido positivamente. Para o delegado-geral da Polícia Civil, Marcelo Vargas, “isso tem ajudado a manter a moral dos nossos servidores, principalmente pelos resultados que nós temos alcançado, nós fomos classificados como a melhor Polícia Civil do Brasil”, destaca. Os novos policiais civis, vão reforçar o efetivo nas delegacias de Campo Grande e do Estado, agilizando e melhorando o atendimento à população, cumprindo assim o compromisso do Governo de priorizar a segurança pública.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix