Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sexta-Feira, 31 de Julho de 2020, 16h:11
Tamanho do texto A - A+

Homem é preso após agredir ex e a atual companheira

Ambas registraram boletim contra o autor por violência doméstica

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/PCMS

Homem é preso após agredir ex e a atual companheira

Autor pode ficar detido por nove anos

Setor de Investigações Gerais (SIG) da Polícia Civil de Ribas do Rio Pardo prendeu um homem de 24 anos, por violência doméstica, contra a ex e atual companheira. Ele foi preso em flagrante na última quarta-feira (29). 

 

Uma das vítimas que convivia com o suspeito há aproximadamente um mês, teria sido agredida por ele na noite de anterior (28). De acordo com a Polícia Civil, na mesma ocasião, o homem danificou o aparelho celular e o veículo da vítima. Não bastasse, a ameaçou de morte, dizendo que ela morreria caso terminasse o relacionamento.

 

Como essa mulher não era de Ribas do Rio Pardo, mas de Campo Grande, e não conhecia muita gente na cidade, conseguiu sair da residência do casal e procurar ajuda à ex-mulher do suspeito, conhecendo-a apenas por foto e redes sociais. A vítima pediu para pernoitar com seus dois filhos pequenos na casa da ex-companheira do suspeito. A ex, comovida com a situação, permitiu que a vítima dormisse com as crianças em sua residência.

 

Nesta quarta-feira, o suspeito soube que sua mulher estava na casa da ex e, por essa razão, ligou para esta última questionando seu comportamento, dizendo que sua ex-companheira “estaria ferrada por dar moradia à atual mulher”. Ele efetuou essa ligação mesmo tendo ciência de que a ex possuía medidas protetivas que o proibia de manter com ela qualquer tipo de contato ou ainda de se aproximar, observando uma distância mínima de 100 metros.

 

Logo após a ligação, o suspeito foi até a casa da ex, descumprindo, mais uma vez, as medidas protetivas, e pediu para conversar com a atual mulher. Do portão, o suspeito tornou a proferir novas ameaças contra as duas mulheres.

 

A Polícia Civil foi acionado e o suspeito localizado próximo a uma oficina mecânica. O acusado foi preso em flagrante. Pelos crimes que cometeu contra a atual e ex-companheira pode pegar até nove anos de prisão.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix