Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Terça-Feira, 22 de Agosto de 2017, 08h:16
Tamanho do texto A - A+

Homem pede para esposa se deitar ao lado dele e morre

Valdir recém havia retornado de atendimento médico, em unidade de saúde

Laura Holsback
Capital News

Na chegada do fim de uma batalha contra o câncer, que se estendeu por cerca de um ano, homem teve demonstração de afeto pela esposa. Depois de ter passado por atendimento médico e sido liberado, Valdir Alves da Cruz, 55 anos, pediu para que a companheira se deitasse ao lado dele e morreu, por volta das 2h desta terça-feira (22). O fato aconteceu na casa onde convivia com a família, no bairro Danubio Azul, em Campo Grande.

 

Deurico/Capital News

Motociclista é sequestrado e passa quatro horas nas mãos de assaltantes

Caso foi registrado na Depac Centro

A esposa de Valdir contou que o câncer, na região do pescoço, foi descoberto havia cerca de um ano e, apesar da pouca expectativa de cura, o homem seguia lutando pela vida. Uma cirurgia foi feita no dia 23 de novembro do ano passado para a retirada do tumor. Foi feito tratamento de radioterapia e quimioterapia, porém a doença não regrediu.


Em exame de tomografia no dia 16 de agosto deste ano, Valdir descobriu que o câncer havia se alastrado ao pulmão. Mesmo já desenganado pelos especialistas, o paciente prosseguiu no tratamento em busca da cura. Ontem à noite, Valdir sentiu-se mal e foi levado até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Nova Bahia, onde foi medicado e liberado.


Contudo, já por volta das 2h desta terça-feira reclamou de dores no peito e pediu que a esposa se deitasse ao lado dele. Alguns minutos depois, a mulher percebeu que ele não respirava e acionou socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que constataram o óbito. Já que houve a tentativa de socorro médico, o caso foi registrado na políca como morte natural.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix