Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 21 de Novembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019, 13h:32
Tamanho do texto A - A+

Médico é preso após se recusar a atender grávida

Anestesista contratado pelo prefeitura do município estava há dias exigindo aumento

Elaine Silva
Capital News

 

Divulgação/Prefeitura de Naviraí

Hospital municipal de Naviraí

Hospital Municipal de Naviraí

Um médico anestesista, 33 anos, foi preso após se negar a atender uma gestante em um parto de emergência no Hospital Municipal de Naviraí, na última quarta-feira (16). Ela seria a segunda gestante que o médico se recusou a atender. Caso está sob segredo de justiça.

 

O acusado médico é contratado pela prefeitura e estava pedindo  o aumento de R$ 1 mil por dia, a um certo tempo. 

 

Na quarta-feira a gestante estava com pré-eclâmpsia. O acusado foi acionado, mas afirmou que só atenderia se recebesse R$ 1,8 para ir até o Hospital Municipal, segundo o boletim de ocorrência. A mulher foi anestesiada por clínico geral da unidade assumiu o risco e fez a anestesia do parto. 

 

A Gerência Municipal de Saúde avisou o Ministério Público que acionou a Polícia Civil.  O médico foi preso e o caso está sendo investigado.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix