Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 01 de Abril de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quinta-Feira, 26 de Março de 2020, 10h:43
Tamanho do texto A - A+

Pastor é liberado para prisão domiciliar

Acusado agrediu companheira e a expôs nua nas redes sociais

Elaine Silva
Capital News

Deurico/Arquivo Capital News

Foto ilustrativa de justiça, dama da justiça, estatua, fórum, TJMS

Liberação aconteceu nesta terça-feira

Após manter a esposa em cárcere privado sob sessão de tortura, o pastor de 40 anos, foi liberado pela Justiça para cumprir a prisão domiciliar. Liberação foi nesta terça-feira (24) com uso da tornozeleira eletrônica. A decisão foi tomada pela juíza Jacqueline Machado.

 

O preso manteve, por cerca de sete horas, a esposa trancada em um quarto no bairro Giocondo Orsi. A vítima foi agredida, teve o cabelo cortado e ainda foi exposta nua nas redes sociais. Crime aconteceu no dia 12 de março. A polícia foi acionada por amigos que visualizaram o vídeo. Foram cerca de duas horas de negociação e como o autor não cedeu o Batalhão de Operações Especiais  (BOPE) realizou uma força tarefa e resgatou a mulher. 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix