Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 02 de Abril de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Terça-Feira, 06 de Dezembro de 2016, 07h:25
Tamanho do texto A - A+

Polícia encontra oitava ossada da rede de exploração de Nando

Jovem tinha 17 anos e morreu enforcada em 2012

Wendell Reis
Capital News

Valmir Dias/PC

Polícia encontra oitava ossada da rede de exploração de Nando

Jovem tinha 17 anos e morreu enforcada em 2012

A Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídio (DEH) e o Corpo de Bombeiros encontraram, após mais de 10 horas de trabalho, a oitava ossada de vítima da rede de exploração comandada por Luiz Alves Martins Filho, conhecido como Nando.


A ossada também estava enterrada no Jardim Veraneio, onde o líder da rede de exploração escolheu como cemitério. A polícia chegou até o oitavo cadáver após a prisão de Claudinei Augusto Orneles Fernandes, 24 anos. Ele confessou ter participado do assassinato de Daniel Gomes de Souza Carvalho, 17 anos.


Daniel, também conhecido como Danielzinho, estava desaparecido desde 2012. Nando e Claudinei confessaram que mataram o jovem enforcado com a correia de uma máquina de lavar, que também foi encontrada com a ossada.


Claudinei relatou aos policiais que recebia R$ 100 de Nando para auxiliar nos crimes. Ele confirmou participação em quatro homicídios, mas a polícia acredita que ele pode estar envolvido em outros casos.


O titular da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídio (DEH), delegado Marcio Shiro Obara, que assumiu o caso em 25 de novembro, afirmou que os trabalhos continuam enquanto houver suspeita de locais onde as vítimas foram enterradas.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix