Campo Grande/MS, Terça-Feira, 20 de Abril de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sábado, 06 de Março de 2021, 15h:32
Tamanho do texto A - A+

Polícia Militar Ambiental autua dono de borracharia em R$ 5 mil

Cidadão foi autuado por armazenamento e comercialização ilegal de combustível

Lethycia Anjos
Capital News

Divulgação/PMA

Polícia Militar Ambiental autua dono de borracharia em R$ 5 mil

Polícia apreendeu 400 litros de combustível ilegal

Polícia Militar Ambiental (PMA), de Batayporã foi acionada pela Polícia Militar de Nova Andradina, neste sábado (6), para proceder em caso de infração administrativa. PMA foi acionada em razão da detenção de um homem de 38 anos, dono de borracharia, denunciado por armazenamento e comércio ilegal de combustível, produto considerado perigoso. A comercialização ilegal do combustível colocava em risco o meio ambiente e as pessoas que compravam o produto, que possui regras rígidas de transporte e armazenamento.

 

De acordo com a Polícia Militar, após denúncias o produto foi encontrado em uma borracharia abandonada, localizada nas margens da rodovia MS 134 em Nova Andradina. No local havia 400 litros de combustíveis (óleo diesel) armazenados em diversos tambores, que eram comercializados sem autorização ambiental e sem seguir as normas para produtos perigosos. O combustível foi apreendido pela Força Tática. Segundo a assessoria a denúncia seria de que o material possivelmente teria sido produto de furto no Distrito de Casa Verde, naquele município.

 

O infrator é residente do município de Nova Andradina e foi conduzido pela Polícia Militar até a delegacia de Polícia Civil da cidade, juntamente aos materiais apreendidos. Conforme a assessoria, o autuado responderá por crime ambiental de armazenamento e comércio de substância perigosa sem a licença ambiental, com pena prevista de um a quatro anos de reclusão. A PMA de Batayporã confeccionou um auto de infração e arbitrou multa de R$ 5.000,00 contra o acusado.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix