Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 26 de Agosto de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quinta-Feira, 27 de Junho de 2019, 14h:47
Tamanho do texto A - A+

Professora é acusada de abusar de nove crianças

Suspeita já está presa desde terça-feira (25); vítimas estão passando por exames

Elaine Silva
Capital News

Rioverdems.com

Delegacia de Rio Verde de Mato Grosso / MS

Delegacia de Rio Verde de Mato Grosso/MS

A professora de uma creche em Rio Verde de Mato Grosso de 45 anos  é acusada de abusar de nove crianças. Ela foi presa na última terça-feira (25) após a confirmação do primeiro caso. A investigação segue sob sigilo e o Conselho Tutelar acompanha o caso. A acusada está presa temporariamente e por questões de segurança não teve o nome divulgado. 

 

No dia 6 de junho teria sido constatado o primeiro caso. Os pais de uma menina de 3 anos, procuraram a Delegacia da Polícia Civil, para informar que a filha que apresentava diversas alterações de comportamento, havia relatado que a professora vinha praticando com ela ato libidinoso. O abuso foi confirmado após o exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML) de Coxim. A vítima ainda citou o nome de outras três coleguinhas que eram molestadas pela professora. 

 

Polícia Civil do município iniciou as investigações e descobriram até o momento nove criança que supostamente foram abusadas pela professora. “Procuramos os pais dessas vítimas que também registram boletim de ocorrência comunicando o fato”, explica a delegada Andressa Vieira, titular da Polícia Civil em Rio Verde.

 

O exame da primeira comprovou que houve ato libidinoso diverso da conjunção carnal. Diante dos fatos, a delegada Andressa representou pela prisão temporária da acusada, que foi decretada pela Justiça e sendo cumprida na última terça-feira (25). Os pais de outras crianças também procuram a polícia para denunciar os abusos sexuais feitos pelos filhos, após a prisão da acusada. 

 

As nove crianças serão ouvidas em depoimento especial. Nesses casos é feita uma representação ao juiz local e os depoimentos tomados no fórum, em sala especial por psicólogos e assistentes sociais, com transmissão por vídeo para o juiz e o promotor da infância. 

 

Denúncia 

 

Os pais que observem o comportamento dos filhos e que diante de qualquer alteração significativa procurem ajuda especializada. Em Campo Grande o telefone da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) é 3323-2500 ou 3323-2510.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix