Campo Grande/MS, Domingo, 25 de Outubro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quarta-Feira, 16 de Setembro de 2020, 09h:25
Tamanho do texto A - A+

Quadrilha acusada de matar homem é presa

Vítima foi encontrada carbonizada na região da Cachoeira do Céuzinho

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/Polícia Civil

Mulher que tentou matar jovem a facadas é presa

Viatura do Grupo de Operações e Investigações(GOI) da Polícia Civil

Quatro homens suspeitos de cometer o crime de homicídio que vitimou Ronaldo Nepomuceno Neves, 48 anos, encontrado carbonizado na região da Cachoeira do Céuzinho, em Campo Grande, no último sábado (12), foram presos na terça-feira (15). “A vítima fatal foi asfixiada, lesionada na região da garganta com um pedaço de garrafa quebrada e, ainda, atingida na cabeça com golpes de pedra, antes de seu corpo ser carbonizado juntamente com o veículo”, explicou o delegado  Camilo Kettenhuber, que autuou os suspeitos em flagrante.

 

As investigações o Grupo de Operações e Investigações (GOI) chegaram ao nome de dois suspeitos, de 21 e 29 anos, que confessaram participação no homicídio e apontaram mais dois comparsas. Em diligências foram localizados os outros dois homens, de 21 e 25 anos, no veículo utilizado na prática do crime. No interior do carro, a polícia encontrou uma porção de maconha, 62 gramas de cocaína, além de uma balança de precisão.

 

De acordo com a  Polícia Civil a vítima, que é proprietária de um estabelecimento noturno, havia sido furtada e, ao tomar conhecimento de que um rapaz de 29 anos poderia ser o autor do crime, teria torturado o homem. Para se vingar, o rapaz, juntamente com outros três comparsas, levou Ronaldo Nepomuceno em seu próprio veículo para a região da Cachoeira do Céuzinho, onde tirou sua vida.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix