Campo Grande/MS, Sábado, 15 de Agosto de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Terça-Feira, 12 de Novembro de 2019, 08h:29
Tamanho do texto A - A+

Travesti esfaqueia motorista após oferecer programa

Autora ainda ameaçou a vítima dizendo que iria registrar boletim de ocorrência

Elaine Silva
Capital News

Google Street View/Reprodução

Assaltante ameaça levar bebê, após mãe negar entregar celular

Depac Piratininga

 

Após oferecer um programa para o motorista de aplicativo de 25 anos, uma travesti acabou esfaqueando a vítima, após negação. O caso aconteceu na madrugada de terça-feira (12), Vila Progresso, em Campo Grande. 

 

De acordo com os relatos da vítima para a polícia, a travesti  solicitou uma corrida, mas quando chegaram ao destino, a autora ofereceu um programa para pagar a corrida. O motorista negou e disse que era casado e que não recebia este tipo de pagamento. 

 

A travesti então solicitou  que a vítima retornasse ao local de partida. Durante a manobra do veículo, a acusada tentou roubar o celular do motorista, porém ele conseguiu pegar o aparelho. Segundo o boletim de ocorrência, ela ainda tentou pegar as chaves do carro, quando o motorista conseguiu segurar a autora.  Em posse de uma faca ela desferiu um golpe na mãos da vítima. 

 

O motorista saiu do veículo e foi perseguido pela travesti. Ela parou somente quando uma testemunha que passava pela local a segurou. Ainda conforme os relatos da vítima, a autora teria dito que registraria uma ocorrência contra a vítima afirmando que ele havia contratado um programa e não tinha pago e que ainda a teria sido racista. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) da Vila Piratininga, como roubo impróprio. 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix