Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 05 de Dezembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quinta-Feira, 31 de Outubro de 2019, 13h:59
Tamanho do texto A - A+

Azambuja afirma que quem condena é a justiça não a imprensa

Questionado sobre operação Vostok, Reinaldo diz que já foi absolvido de todos os processos e seguirá assim

Adriana Ximenes
Capital News

Divulgação

Azambuja afirma que quem condena é a justiça não a imprensa

Conforme Azambuja, a mídia tem repetido informações de 2017 e omitido o arquivamento de alguns processos.

Durante a entrega dos projetos lei, que aconteceu na Assembleia Legislativa desta quinta-feira (31), o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), foi questionado pela imprensa sobre operação Vostok e afirmou que Imprensa não condena ninguém, quem condena é a Justiça”. Segundo ele a justiça o absolveu de todos os processos. 

 

Conforme Azambuja, a mídia tem repetido informações de 2017 e omitido o arquivamento de alguns processos. “Vou repetir uma coisa para vocês: nós não devemos nada ao grupo JBS. Nós autuamos, cobramos. Eu sempre disse que é um grupo de picaretas que tentou fraudar o Estado e ninguém vai condenar quem é inocente”.

 

No ano passado, por não encontrar indícios mínimos de crime, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) mandou arquivar por 11 votos a zero a denúncia de um suposto pagamento de propina para a concessão de incentivos fiscais a um curtume.

 

Em maio de 2017 a reportagem do Fantástico mostrou o sócio-proprietário da Braz Peli Comércio de Couros denunciando o suposto pagamento de propina. A empresa teve benefício fiscal suspenso em novembro de 2016 e, por isso, acionou a Justiça contra a Sefaz (Secretaria Estadual de Fazenda). Uma denúncia desprovida de qualquer prova, conforme atestou o Ministério Público Federal (MPF).

 

Reinaldo Azambuja também foi alvo de delação dos irmãos Joesley e Wesley Batista, sob a acusação de cobrar propina em troca de incentivos fiscais. Mas o próprio Ministério Público Federal pediu a anulação da delação.

 

O governador declarou por diversas vezes que as acusações eram mentirosas, feitas por bandidos que não gostavam de pagar impostos, em retaliação à nova política de cobrança em Mato Grosso do Sul.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix