Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 01 de Abril de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Terça-Feira, 24 de Março de 2020, 12h:02
Tamanho do texto A - A+

Azambuja apresenta demandas de MS a Bolsonaro em videoconferência

Governador pleiteou ajuda da União na Saúde e nas contas públicas

Hélder Rafael
Capital News

Deurico/Capital News

 Reinaldo diz que alto valor do combustível é problema do MPMS e do Procon

Governador Reinaldo Azambuja

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) apresentou nesta terça-feira (24) ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) as demandas de Mato Grosso do Sul nas áreas da saúde e economia para reduzir os impactos do novo coronavírus na população. O encontro virtual contou com a presença dos demais governadores do Centro-Oeste e de ministros.

 

Na área da saúde, Azambuja pediu que o ministério organizasse um cronograma para liberação de UTIs e equipamentos hospitalares ao Estado. Já na área econômica, o governador demonstrou preocupação com as demandas do setor produtivo e pediu que sejam abertas exceções a para cobrança de ICMS das micro e pequenas empresas.

 

"Nós pedimos um olhar para os estados, que sobrevivem com sua receita de ICMS, para que a gente possa ajudar as empresas e pessoas que estão em maiores dificuldades", afirmou o governador.

 

Azambuja solicitou ainda capital de giro com carência de 12 meses e parcelamento em 36 vezes junto ao Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO), a ser destinado às empresas. Também abordou a questão do alongamento das dívidas dos estados por pelo menos 12 meses, além de colocar as parcelas prestes a vencer para o final do contrato.

 

Segundo o governador, a equipe do presidente Jair Bolsonaro ficou de analisar as demandas dos estados e anunciará medidas em breve.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix