Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 10 de Maio de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Segunda-Feira, 03 de Maio de 2021, 15h:29
Tamanho do texto A - A+

CLD pública nota pedindo a ampliação do toque de recolher

O toque de recolher estendido na semana do dia das mães contemple todo o estado

Laryssa Maier
Capital News

Arquivo

Ordem do Dia: Aprovada proibição de plástico em bares

Foto ilustrativa

Nesta segunda-feira (03) A FCDL MS – Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Mato Grosso do Sul, publicou uma nota, solicitando a expansão do toque de recolher em todo o Estado. 

 

A entidade diz também, que “o Governo do Estado precisa urgentemente olhar para o setor noturno, que desde o início da pandemia tem sido penalizado. Além disso, a entidade acredita que é necessário avançar para que o toque de recolher chegue pelo menos a meia noite, dando condições de trabalho para quem não atende via delivery”.

 

De acordo com a assessoria, a FCDL MS ressalta a urgência de um cronograma de retomada que realmente permita ao comércio, bares, restaurantes e tantos outros profissionais, pais e mães de família, a trabalharem e para que a nossa sociedade possa prosseguir. 

 

Nota na integra:

 

A FCDL MS – Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Mato Grosso do Sul reitera o pedido para que o toque de recolher estendido na semana do dia das mães contemple também o interior do estado, não apenas a capital.

 

A Federação entende a importância de tal medida e por isso, sempre buscou o diálogo com o Governo do Estado, para que medidas e ações que contribuam com o comércio sejam tomadas, melhorando a economia local, além de auxiliar na sobrevivência do setor que mais gera emprego e renda.

 

Para a FCDL MS, o Governo do Estado precisa urgentemente olhar para o setor noturno, que desde o início da pandemia tem sido penalizado. Além disso, a entidade acredita que é necessário avançar para que o toque de recolher chegue pelo menos a meia noite, dando condições de trabalho para quem não atende via delivery.

 

A entidade entende que é fundamental a progressão do horário para que os bares, restaurantes e demais segmentos que atuam a noite tenham uma margem no atendimento, que possibilite honrar com os compromissos financeiros, comprometidos há mais de um ano com o fechamento dos estabelecimentos e restrições impostas pelo toque de recolher.

 

A FCDL MS ressalta a urgência de um cronograma de retomada que realmente permita ao comércio, bares, restaurantes e tantos outros profissionais, pais e mães de família, a trabalharem e para que a nossa sociedade possa prosseguir. 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix